Pular para o conteúdo principal

Etapa do Mundial de Kitesurf promete ferver a Praia do Preá e IPOM promove aulas gratuitas da modalidade para crianças e adolescentes durante o evento


Foto: Bruna Arcangelo  Toledo

Antes de embarcar nessa aventura, vai dar pra antecipar um pouco a adrenalina em evento na Praia do Futuro, no próximo dia 13 de novembro

Conhecida internacionalmente como Terra dos Ventos, a Praia do Preá, a 12 quilômetros  de Jericoacoara, vai receber a sexta e penúltima etapa do GKA (Global  Kitesports Associaton) Kite-Surf World Tour, campeonato mundial de  Kitesurf na categoria Strapless.


O evento acontece entre os dias 20 e 24 de novembro.  Em busca do título mundial, e prêmios que totalizam 25 mil euros, estão  nomes reconhecidos como os melhores riders do mundo, como os cabo 
verdianos Airton Cozzolino, Matchu Lopes e Mitu Monteiro. Além dos brasileiros que são promessas para o esporte, como Sebastian 
Ribeiro e Pedro Matos.

Mas antes de seguir para o Preá, a imprensa vai ser recebida para uma prévia do evento na Praia do Futuro. O encontro será no dia 13 de novembro e terá a presença da atleta Estefânia Rosa e de crianças do IPOM que vão experimentar o esporte pela primeira vez. 

IPOM no Mundial

Durante os dias de competição, o Instituto Povo do Mar vai oferecer gratuitamente aulas de kitesurf para 100 crianças e adolescentes  que tenham entre 7 e 17 anos.

 A oficina será realizada por dois instrutores do IPOM em dois turnos diferentes: manhã e tarde. As inscrições vão ser realizadas nas escolas da Praia do Preá, durante a semana do evento, que acontece entre os dias 20 e 24 de novembro. 

Cinco equipamentos completos e novos vão estar à disposição dos alunos. Agora, só basta dedicação para voar sobre as ondas. 


Sobre o IPOM


O Instituto Povo do Mar é uma organização sem fins lucrativos criada em 2010 por 4 amigos surfistas, frequentadores da praia do Titanzinho, em Fortaleza. Eles perceberam as dificuldades enfrentadas pelas crianças da área e resolveram contribuir para o desenvolvimento humano dos pequenos.

 Hoje o IPOM atua em duas sedes e atende, gratuitamente, cerca de 400 crianças e adolescentes. São oferecidas várias atividades sociais e esportivas com o objetivo de promover a paz social, favorecendo o resgate da cidadania e a ampliação dos horizontes. 


 Sobre o Ceará Kite Pro

O IPOM é um dos realizadores do Ceará Kite Pro.
O espetáculo radical vai acontecer  em frente a pousada Rancho do Peixe, conhecida por possuir uma das maiores escolas de kitesurf da América Latina e que também promove o evento.  Para o 
sucesso da manobra conhecida como "Freestyle Strapless", os kitesurfistas utilizam a pressão do vento e realizam aéreos em 360 graus. 

O Ceará Kite Pro é apoiado pela Associação Brasileira de Kitesurf (ABK). A ABK é uma pessoa jurídica sem fins lucrativos que tem o objetivo de estimular a prática do kitesurf.

SERVIÇO

“Esquenta” do Ceará Kite Pro
Local: Ponto de encontro no IPOM. Avenida Dioguinho, 3519 - Praia do Futuro.  Na praça 31 de março.
Data: 13/10
Horário: A partir das 9h

*

GKA Kite-Surf World Tour (Freestyle Strapless)
Ceará Kite Pro
Local: Praia do Preá / Pousada Rancho do Peixe 
Data: De 20 a 24/10


Mais informações:
www.cearakitepro.com.br
Facebook: Ceará Kite Pro 
Instagram: @cearakitepro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…