quinta-feira, 7 de março de 2019

Novidade -EDISCA apresenta sua décima geração de bailarinos no espetáculo Estrelário


O grupo EDISCA, que promove a educação de crianças e jovens através da arte, apresenta sua nova geração de bailarinos em coreografia de Dora Andrade e Gilano Andrade, no espetáculo Estrelário, nos próximos dias 14, 15 e 16 de março. As sessões serão no Teatro da Edisca – Prof. Antônio Carlos Gomes da Costa, trazendo a reflexão sobre o que existe entre o céu e a terra que está em nós, o humano e o divino que somos ou que poderíamos ser.

Em Estrelário, os bailarinos sobem ao palco para dar vida a um espetáculo que fala sobre natureza e as tantas mágicas existências que habitam o mundo e a mais extraordinária e encantadora que é justamente o ser humano: entre tantas outras, a única criatura que atua a partir de suas escolhas livres capazes de moldar o mundo. Criar-se e recriar o mundo não é dado, necessita de imaginação e ação.

Dora Andrade, fundadora e coreografa da EDISCA, conta que já estão na décima geração de bailarinos e a montagem será a apresentação dessa nova geração. “Para nós é uma honra apresentar as novas estrelas da EDISCA nesse balé que traz uma experiência sensitiva, estética e plástica. A nossa intenção é tornar visível nosso berçário de estrelas”, enfatiza. O balé fala de seres que, em suas diversidades, participam de uma rede de colaboração e afinidades necessárias que podemos definir como solidariedade. Quando saímos dessa dimensão natural e adentramos ao campo da transcendência é que o verdadeiro milagre eclode. A ideia é mostrar que somos feitos da mesma substância das estrelas e das intimidades do átomo. Somos parte de um todo grandioso que se multiplica e se diversifica sem cessar mostrando em sua expansão o caminho de volta para a unidade.

Estrelário tem duração de 40 minutos, com sessões às 18h e às 20h, de classificação livre. O ingresso vale uma lata de leite e será disponibilizado para troca nos dias das apresentações, na portaria do Teatro EDISCA, a partir de 13h, apresentando documento de identidade. Cada pessoa poderá trocar até quatro ingressos no dia do evento.

Da nova geração
Fernando Bernardo (21) é da geração de novos bailarinos e encontrou na EDISCA uma porta aberta para algo que ama: a dança. Há um ano e meio na instituição, ele está com grandes expectativas para seu primeiro espetáculo. “Estou muito ansioso. Conheci a EDISCA em 2013 e nunca imaginei que hoje faria parte de tudo isso”, diz Fernando com muita ansiedade para a estreia. 

A dança começou a fazer parte da vida de Fernando quando entrou em um curso de Jazz na Universidade Federal do Ceará (UFC) e sua professora era ex-aluna da EDISCA. Ela foi quem levou o jovem para conhecer o projeto. “Sempre achei inspiradora essa forma de se expressar e ver o mundo através da dança. Aqui tive o meu primeiro contato com o balé e hoje amo essa entidade”, diz o garoto que demorou a correr atrás do sonho, pois as academias eram longe de casa e muito caras. “Hoje eu faço faculdade de dança na UFC e ainda quero ficar na EDISCA por muitos anos, pois sei que ainda tenho muito a aprender aqui”, afirma.

Fernando olha para as dificuldades e encontra na dança forças para superá-las. “Venho todos os dias da semana para a EDISCA, faço um trajeto de 1 hora e meia de ônibus, mas não penso em desistir. Aqui aprendo muitas coisas e desenvolvo algo além da dança, criei laços de amizade e me desenvolvi como pessoa”, diz o bailarino.

Sobre a EDISCA
A Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente (EDISCA) é uma organização não governamental sem fins lucrativos criada em 1991. Tem consolidada a imagem de centro de formação de agentes culturais e construtora de espetáculos que a credenciaram a receber em 2012 a Ordem do Mérito Cultural, maior comenda da Cultura de nosso país, concedida pelo Governo Federal na categoria Igualdade de Gênero. No entanto, o trabalho desenvolvido pela EDISCA ultrapassa a formação artística. Seus programas e ações, cujas metodologias estão sistematizadas, abrangem a área educacional com o projeto Fortalecimento do Ensino Formal, premiado pelo Banco de Tecnologias Sociais do Banco do Brasil. Faz articulação com escolas públicas e privadas, e capacitações para educadores da rede de ensino, pelo projeto A Vida é Feminina, com foco no fortalecimento das mulheres, mães dos educandos, por meio da formação cidadã, capacitação profissional e geração de renda, honrado em 2012 com o Prêmio ODM, concedido pela Presidência da República. Na área de saúde, promove ações curativas e, principalmente, preventivas, articuladas com um setor de psicologia que desenvolve atividades de educação para a cidadania e acesso a direitos.

 Serviço:
Espetáculo: ESTRELÁRIO - EDISCA
Local: Teatro da Edisca – Prof. Antônio Carlos Gomes da Costa
Endereço: Rua Desembargador Feliciano de Ataíde, 2309 – Água Fria
Data: 14, 15 e 16 de março de 2019
Horários: 18h e 20h
Duração: 40 minutos
Ingresso: Uma lata de leite em pó. Troca nos dias das apresentações, na portaria do Teatro EDISCA, a partir de 13h.
Classificação indicativa: Livre

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.