Pular para o conteúdo principal

Esporte - Cearense Jonathan Benvindo conquista medalha de bronze no Campeonato Sulamericano de Karate na Bolívia


No último dia 29, o cearense Jonathan Benvindo voltou para casa com uma medalha de bronze do Campeonato Sulamericano de Karate, que aconteceu de 22 a 28 de abril, na Bolívia. O atleta, patrocinado pelo Instituto Aço Cearense, concorreu na Categoria Júnior -55kg e conquistou uma vaga para o Campeonato Panamericano de karate, que será realizado em agosto, no Equador.

Pela 3ª vez na Seleção Brasileira de Karate, Jonathan conta que o campeonato foi bem difícil, mas que ficou feliz em alcançar a 3ª colocação. “Eu me lesionei na primeira luta e isso me prejudicou bastante, ainda assim consegui a medalha de bronze e fiquei muito feliz. Agora pretendo treinar mais para o Panamericano que vale vaga para o Campeonato Mundial”, disse o atleta.

Jonathan conta hoje unicamente com o patrocínio do Instituto Aço Cearense e busca por outros patrocinadores para garantir melhores resultados. Grande promessa para o Karate brasileiro, o menino luta pelo sonho de participar de um Mundial, pois em 2017 mesmo com a vaga garantida, teve que ser substituído por falta de patrocínios. As empresas interessadas em apoiar o atleta, podem entrar em contato com mãe dele, Valéria Benvindo, no telefone (85) 98737-8170.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…