Pular para o conteúdo principal

Segurança do trabalho é tema de palestra entre o Sesi e o Sinconpe


Serviço Social da Indústria (Sesi), em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Pesada (Sinconpe), promovem um momento para ser discutido a saúde e segurança do trabalhador nas indústrias


O Serviço Social da Indústria (Sesi) em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Pesada promovem, no próximo dia 24 de junho, palestra sobre prevenção e cuidados da saúde dos trabalhadores do setor. O evento visa enfatizar a importância das diretrizes de segurança do trabalho com foco nos aspectos químicos que os trabalhadores lidam diariamente. O momento é dedicado para os diretores e coordenadores da área de saúde e segurança das empresas de construção pesada. 

De acordo com a gerente de saúde e segurança para a indústria do Sesi Ceará, Kassandra Morais, a ideia é ajudar as empresas que se propõem a fazer a avaliação química das suas empresas para se regularizar. "O projeto dura 12 meses e tem o objetivo principal de identificar os riscos à saúde dos trabalhadores e apresentar os devidos ajustes, por parte das empresas, quando necessário.", afirma.

O evento trará palestras sobre a importância do reconhecimento de riscos para a prevenção de danos na construção pesada e para o aumento da produtividade. A apresentação acontece na próxima segunda-feira, dia 24, na sede da Fiec, que é situada na Av. Barão de Studart, 1980, Aldeota.


Serviço 

Sesi e Sinconpe em palestra sobre segurança e saúde no trabalho
Data: 24 de junho
Horário: 8h30
Local: Sede da Fiec, Av. Barão de Studart, 1980, Aldeota.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…