Pular para o conteúdo principal

Colabora Inova -Startup cearense disputa vaga em evento mundial em Paris


O Startup Weekend, realizado nos dias 14, 15 e 16 de junho no Centro Universitário Fametro (Unifametro) uniu pessoas com perfis engajados ao empreendedorismo e à inovação digital para um final de semana de muita troca de conhecimentos e aprendizado.

No formato do evento, apresentação de ideias de negócios expostas em uma votação, em que todos os presentes deram seu parecer e elegeram as melhores propostas. Logo depois, formaram equipes que se dedicaram à criação de projetos de negócios, programação, design e validação de mercado.

A equipe vencedora do Startup Weekend (Edição Fortaleza) desenvolveu uma Unidade Móvel de Produção Agrícola, com o objetivo de  diminuir os impactos da instabilidade climática e simplificar o caminho dos produtos ao consumidor final. A startup disputa agora vaga no Changenow Summit 2020, em Paris, cuja seleção será feita por jurados e voto popular.

O grupo é formado pelo economista João Marcus Tavares, a gestora de marketing Sarah Sanchez, o biotecnologista Filipe Bessa, o administrador  Leonardo Gonçalves, a engenheira Marina Lima e o administrador e professor pesquisador Brenno Buarque.

Para saber mais sobre o projeto e como foi realizado o evento na capital cearense, aconselhamos conversa com Alexandre Hollanda, um dos organizadores do evento,  e Leonardo Gonçalves, cofundador da startup vencedora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…