#audioinclui

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Turismo - Lagoa do Paraíso: O Caribe Cearense

A água cristalina com as redes dentro e areias brancas, um cenário que remete às praias do Caribe. Essa é a famosa Lagoa do Paraíso, localizada em Jijoca de Jericoacoara, no extremo norte do estado. Os 57 km da Lagoa do Paraíso se formaram a partir da movimentação das dunas barrando alguns córregos. Isso tudo resulta nessa paisagem de tirar o fôlego.

Segundo o secretário de turismo da região, Ricardo Gusso, a Lagoa do Paraíso recebe cerca de 500.000 mil turistas por ano o que resulta em uma excelente economia para o local.

Estrutura
O local é procurado por centenas de turistas e não é pra menos. A região possui uma estrutura completa as margens da lagoa. Empresários investiram em barracas para o maior conforto dos visitantes. Um exemplo disso é a The Alchymist Beach Club que já atua há 6 anos no local e é um investimento do Grupo Bonelli Brasil. Para o gerente da barraca, Gleison dos Santos, a estrutura completa é o que faz a diferença. “Temos um clube com a melhor infraestrutura. Banheiros, restaurante com um cardápio variado, cadeiras de praia, equipamentos para práticas esportivas e lounges vip para nossos clientes. A procura é enorme pois além de curtir esse paraíso, eles possuem um conforto e comodidade.” afirma o responsável pela barraca.

Como chegar
Para chegar ao local, o ideal é contratar um serviço de buggy ou ir com carro 4x4. A recomendação é também ir sempre com um guia local por conta do caminho que é feito nas estradas de arrias sobre as dunas. A Lagoa do Paraíso é considerada área de preservação ambiental onde não pode circular nada à motor, apenas canoas e barco à vela. Inclusive, está instituída a taxa de turismo de Jericoacoara. A cobrança para entrar no Parque Nacional custa R$ 5 por dia para pessoas entre 13 e 59 anos. Para a visitação, o local é aberto o ano inteiro, mas após o período chuvoso que vai até maio, a Lagoa fica perfeita por conta do nível da água.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.