Pular para o conteúdo principal

*OAB Ceará e Pós-Unifor promovem evento para discutir violência de gênero*


Nesta quinta-feira (22), a OAB Ceará, em parceria com a Pós-Unifor, realizará o evento “Fale sem medo: diálogos sobre o combate à violência de gênero”, no Teatro Celina Queiroz.

A iniciativa contará com a participação da Delegada da Polícia Civil e professora Ana Cristina Lima; a Sargenta da Polícia Militar, Lucenildes de Maria Costa Nunes; a Coordenadora da Casa da Mulher Brasileira do Estado do Ceará, Daciane Barreto; a Vice-presidente da OAB-CE, Vládia Feitosa; o Presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, Hélio Leitão; a Secretária Municipal da SER VI, Darlene Braga; e a Coordenadora Executiva da Secretaria dos Direitos Humanos, Dediane Souza.

Após o debate, haverá a apresentação do espetáculo RENT – O Musical da Broadway. Todo o evento é gratuito e aberto ao público. Para garantir a vaga, basta fazer a inscrição no link: http://dataged.oabce.org.br/dataged/eventos/ficha_inscricao_evento.asp

*Serviço*
Data: Quinta-feira, dia 22 de agosto
Horários: 16h Credenciamento / 16h30 Início dos Diálogos / 19h Coffe Break /
20h Espetáculo RENT
Local: Teatro Celina Queiroz - Unifor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…