Pular para o conteúdo principal

OAB Ceará sede espaço para realização da I Semana de Direitos Humanos do IFCE


A OAB Ceará enviou ofício para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, disponibilizando o auditório da Sede da Seccional, nos dias 27 e 28 de agosto, como forma de viabilizar a realização da I Semana de Direitos HumanosDandara dos Santos.
Segundo o presidente da OAB Ceará, Erinaldo Dantas, “a Ordem é a favor da discussão dos direitos humanos e da democracia. Por isso, cedeu o espaço para a realização do evento”.
A presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Ceará, Virgínia Porto, também defende a realização da I Semana de Direitos Humanos. “Trata-se de uma temática da mais alta relevância para a formação acadêmica e está insculpida entre as finalidades da OAB”, afirmou.
A I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos foi cancelada pelo Ministério da Educação e pelo IFCE. A abertura do evento foi feita na Praça da Gentilândia, na noite dessa terça-feira (20).
Segundo a organização, a programação vinha sendo elaborada há cerca de seis meses. Entre os convidados, está Guilherme Boulos, que foi candidato a presidente da República, pelo PSOL, na última eleição. As atividades previstas nesta I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos acontecerão em espaços alternativos em Fortaleza, Sobral e Canindé, sem o nome do Instituto.
A Reitoria do IFCE informou, em nota, que o cancelamento do evento seria para evitar viés político-partidário. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…