Pular para o conteúdo principal

Praia de Iracema recebe grandes shows em novembro


A programação gratuita faz parte da campanha “Ceará e Fortaleza sem Racismo” e do Festival Elos
A Praia de Iracema recebe uma maratona de shows gratuitos entre os dias 20 e 30 de novembro. Durante o período, a Praia do Lido/Crush será palco de dois eventos, o Ceará e Fortaleza Sem Racismo, promovido pela Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará, com apoio do Instituto Iracema, Centro Cultural Belchior, Rede Cuca e Cufa, além do Festival Elos, em sua segunda edição.
No dia 20 (quarta-feira), a cantora Majur se apresenta a partir das 19h30, na Praia do Lido/Crush. Na sexta-feira (22), é a vez de Francisco El Hombre abrindo a programação de shows do Festival Elos.
No sábado (23), Elza Soares canta às 20h40. Já no dia 24 (domingo), Vanessa da Mata sobe ao palco também às 20h40. Ambas fazem parte da programação do Elos.
Encerrando a maratona de shows nacionais, Mano Brown se apresenta no dia sábado (30), a partir das 19 horas, no Largo dos Tremembés, fechando também a campanha em alusão a Consciência Negra, Ceará e Fortaleza sem racismo.

Programação gratuita
Dia 20 (quarta)- Majur na Praia do Lido/Crush, às 19h30 (Ceará e Fortaleza Sem Racismo)
Dia 30 (sábado) - Mano Brown e Dexter, às 19 horas, no  Largo Dos Tremembés (Ceará e Fortaleza Sem Racismo)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…