Pular para o conteúdo principal

COOCIRURGE realiza confraternização de fim de ano



A Cooperativa de Cirurgiões Gerais do Ceará (COOCIRURGE) realizou no Espaço Coco Bambu por Toca, a confraternização de fim de ano da instituição. A solenidade contou com a participação dos cooperados e da diretoria, representada pelo presidente, Carlos Eduardo Queiroz,  pelo diretor financeiro, Eduardo Demes, pelo diretor técnico-administrativo, Jurandir Vieira, pelo conselheiro de administração Lívio Lobo, e pela conselheira de administração Adriane Pimentel.  
O momento foi de celebração dos resultados obtidos em 2018 em prol da categoria.  Ainda na ocasião, foi arrecado leite em pó para doação à instituições carentes em Fortaleza.

Sobre a Coocirurge 
Com 19 anos de atuação, a Coocirurge é uma sociedade cooperativa que reúne os médicos especializados em Cirurgia Geral. Com sede própria na Avenida Desembargador Moreira, 760, 8º andar, no Meireles, possui atualmente 14 contratos vigentes na capital e no interior (nas regiões do Cariri, Sertão Central, Caucaia, Maracanaú e Sobral), prestando serviço a oito empresas de convênios, por meio de contratos para todos os procedimentos cirúrgicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…