Pular para o conteúdo principal

Femicro Ceará realiza Feira Presente de Natal


O evento começou nesta quarta (12/12) e segue até domingo (16/12) no Aterro da Praia de Iracema



Com o intuito de apoiar os micro e pequenos empreendedores locais e alavancar as vendas de final de ano, a Federação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Ceará (Femicro-CE) e a AMPEFORT, realizam, entre os dias 12 e 16 de dezembro, a Feira Presente de Natal, no Aterro da Praia de Iracema. O evento é resultado da parceria com a Prefeitura de Fortaleza, Sebrae e Banco do Nordeste. O evento é gratuito e a programação acontece sempre das 17h às 21h.

A Feira Presente de Natal é importante para o segmento de micro e pequenas empresas, "pois ajuda na escoação da produtividade e assim contribui para a geração de emprego e renda no Município e no Estado do Ceará", enfatiza a presidente da Femicro-Ce, Dalvani Mota. Além da vasta mostra de produtos artesanais, a programação gratuita e aberta ao público em geral, do evento contará com apresentações artísticas locais, forró pé de serra, desfiles de moda, oficinas de enfeites de natal com produtos reciclados e oficinas de embalagens para presente. A Feira disponibilizará barracas de comidas e bebidas típicas.

A Federação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Ceará (Femicro-CE) e a Associação dos Micro e Pequenos Empresários de Fortaleza (AMPEFORT) também contam com o apoio da Confederação Nacional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (COMICRO) da Federação das Associações do Comércio, Indústria, Serviços e Agropecuária do Ceará (FACIC), da Faculdade Ateneu, da Fecomércio/SESC e da Brilhante Eventos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…