Pular para o conteúdo principal

Projeto de Fortaleza é pré-selecionado no programa “Educar para Transformar”, do Instituto MRV


A 7ª edição do programa Educar para Transformar, Chamada Pública de Projetos Instituto MRV, pré-selecionou um projeto de Fortaleza, que está disponível para votação popular até as 18 horas do dia 20/12, por meio do site http://educarparatransformar.institutomrv.com.br/votacao. O projeto é: ‘Mamulengo na Escola: ludicidade, educação e autonomia’, focado em oficinas sobre pedagogia e arte, educação inclusiva e técnicas de utilização do teatro de bonecos nas disciplinas em sala de aula, além de estratégia de aproximação das famílias ao ambiente escolar por meio dos festivais. Os dez projetos vencedores receberão capacitações em gestão, acompanhamento de sua evolução e um aporte financeiro de R$160 mil, cada um, para o desenvolvimento das atividades durante dois anos. O resultado final será anunciado no dia 23 de dezembro site do Instituto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…