Pular para o conteúdo principal

Marina Lima e Erasmo Carlos agitam o segundo final de semana do Férias na PI


Ainda na programação do Festival, Thiago Pethit, Mona Gadelha, Nayra Costa e o coletivo de djs Mulheres na Line
Neste final de semana, o Festival Férias na PI, promovido pela Prefeitura de Fortaleza e Instituto Iracema, dá continuidade aos shows gratuitos na Praia de Iracema.
Na sexta-feira (10), a partir das 17 horas, no Centro Cultural Belchior, show da cantora Nayra Costa, seguido do coletivo de djs Mulheres na Line.
Já no sábado (11), a partir das 16 horas, sobem ao palco principal, no Aterrinho da Praia de Iracema, Mona Gadelha, Thiago Pethit, Marina Lima, Erasmo Carlos e Camerata de Cordas da UFC.
A programação do Festival que se estende até o dia 18 de janeiro, conta ainda com coletivo de DJs Atrita e show de Camila Marieta, no dia 17.   Já no último dia de programação, dia 18, shows da banda goiana Boogarins, Show Preto com Lorena Nunes e Luiza Nobel, Lellê, Detonautas e Vitor Kley.
Além dos shows, o Festival traz uma programação integrada e diversificada com os estabelecimentos do bairro.
O Férias na PI é uma realização do Instituto Iracema e Prefeitura de Fortaleza, com patrocínio da Devassa e 99 Pop. O Festival faz parte do plano de ocupação positiva do bairro. 
Serviço
Férias na PI

Palco Belchior 

Dia 10 (sexta)
17h - Nayra Costa
18h - djs Mulheres na Line

Palco Praia 

Dia 11 (sábado)
16h - Camerata de Cordas da UFC
17h30 - Mona Gadelha (Participações: Benjamin Arquelano, Lua e Banda As Ritas )
19h - Thiago Pethit
20h30 - Marina Lima
22h – Erasmo Carlos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…