Pular para o conteúdo principal

Primeiro fim de semana de fevereiro apresenta condições de chuva em todas as regiões


31 DE JANEIRO DE 2020 # #


O primeiro fim de semana da quadra chuvosa no Ceará chega com previsão de acumulados expressivos. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), todas as macrorregiões devem seguir com chances de precipitações.
Para este sábado (1º), a expectativa é de céu nublado com chuva em maior parte do Estado, exceto na faixa litorânea, que deve apresentar céu variando entre parcialmente nublado e claro ao longo do dia. Conforme a Funceme, amanhã, as chuvas esperadas deverão ocorrer especialmente entre o período da tarde e da noite, com possível ocorrência de rajadas de vento no centro sul.
Já no domingo, os acumulados podem diminuir em relação ao começo do fim de semana, porém, a expectativa é de precipitações em todas a regiões, mas com céu mais claro no decorrer do dia.
O atual cenário está sendo provocado pela proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa norte do Norte e também de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que apresenta-se a leste da região.
Acumulados
No intervalo de 7h desta quinta (30) até as 7h desta sexta-feira (31), a Funceme registrou chuvas em, pelo menos, 110 municípios. Os maiores acumulados foram em:
Redenção (145 mm)
Baturité (127 mm)
Itapipoca (117,6 mm)
Palmácia (113,2 mm)
Maranguape (112 mm)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…