Pular para o conteúdo principal

Programa oferece apoio financeiro e linha de crédito para portugueses e seus descendentes que quiserem voltar para Portugal


Portugal teve, em 2018, a quarta taxa de natalidade mais baixa entre os Estados-membros da União Europeia (UE), registrando também uma diminuição de sua população para 10,28 milhões de pessoas, com 87 mil nascimentos e 113 mil mortes no ano passado.

Em busca de reverter este quadro preocupante, o Programa Regressar, iniciativa do Governo português, visa apoiar os que emigraram de Portugal para outros países, bem como os seus descendentes e outros familiares, para que tenham melhores condições para voltar a Portugal e para aproveitar as oportunidades que hoje existem no país. 

O que o programa oferece?

Segundo informações do Jornal Paivense, um dos principais do norte de Portugal, o Programa consiste em medidas concretas de apoio aos que optam por regressar a Portugal, como um regime fiscal mais favorável, apoio financeiro para os emigrantes ou familiares de emigrantes que decidam ir trabalhar no país e uma linha de crédito para apoiar o investimento empresarial e a criação de novos negócios. 

O programa também contempla equivalências e reconhecimento de habilitações literárias (bacharelado, licenciatura e afins).

Procedimentos e informações 

O município de Cinfães é um dos que está apoiando o retorno de portugueses e seus descendentes para o país. A Câmara Municipal de Cinfães, presidida por Armando Mourisco (PS), disponibilizou à população um balcão de informações no Gabinete de Inserção Profissional do município, localizado na Rua Conselheiro Martins de Carvalho. O horário de funcionamento é das 9h às 13h e das 14h às 17h, de segunda a quinta-feira. Para aqueles que não podem ir presencialmente, é possível consultar o guia de apoio elaborado pela autarquia com todas as informações principais (clique para ler o Guia).

Mais detalhes dos procedimentos e informações podem também ser acessados através do site oficial do Programa Regressar: https://www.programaregressar.gov.pt/wp-content/uploads/RoteiroDeRegressoAPortugal_DGACCP.pdf

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…