Pular para o conteúdo principal

Vem aí - Coletivo Baile de Favela se apresenta na última noite do Festival Férias na PI



A atração sobe ao palco principal, à meia noite deste sábado (18/01), no Aterrinho da Praia de Iracema
O Coletivo cearense Baile de Favela foi confirmado para a última noite do Festival Férias na PI. O grupo se apresenta no sábado (18/01), às 00h, no Aterrinho da Praia de Iracema.
Ainda na mesma noite se apresentam a banda goiana Boogarins, Lorena Nunes, Luiza Nobel, Jeff Pereira e Caiô cantando Show Preto, além da pop carioca Lellê, da banda de rock Detonautas e do cantor Vitor Kley. Os shows têm início a partir das 17 horas. Entre as atrações principais, o Coletivo de DJs Brega que pariu.
O Baile de Favela foi idealizado pelo DJ William, quando ele atuava como educador social trabalhando com mediação de conflitos em colégios da periferia de Fortaleza. Baseado na intervenção cultural para trabalhar a cultura de paz, o "Baile de Favela" é levado como diversão a diversos locais abertos da cidade, principalmente para espaços onde não há opções de lazer para os jovens.
A partir disso o projeto ganhou corpo e passou a circular por festas e casas noturnas da cidade. O Coletivo hoje é formado pelo MC Michael Peter (que não só canta como faz a interação com o público), DJ Willian Lima,  os dançarinos Emanoel Romario de Paula Feitosa, Gisele Aparecida, Vanessa Aguiar, Klaire Anny, Lucas de Sousa e Jaqueline Vitorino.
O set do Coletivo percorre uma diversidade musical que inclui estilos como rap, trap e funk.

Palco Praia (Aterrinho da Praia de Iracema)
Dia 18 (sábado)
17h - Show Preto 
18h30 - Boogarins
20h - Lellê
21h30 - Detonautas
23h - Vitor Kley
00h – Coletivo Baile de Favela

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…