Pular para o conteúdo principal

Hospital Waldemar Alcântara zera casos de infecções na UTI


O resultado faz parte de boas práticas adotadas pelos profissionais do setor, orientados pelo projeto Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil

Após um intenso trabalho de adoção de protocolos de boas práticas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto, o Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA) conseguiu zerar os casos de Infecções Primária de Corrente Sanguínea Laboratorial (IPCSL) e do Trato Urinário (ITU).

Relatórios relativos à atuação das equipes da UTI comprovam a alta adesão dos profissionais aos chamados bundles de prevenção de infecções, que são listas de boas práticas com os pacientes.

O setor adota bundles para prevenir ITU, IPCSL e Pneumonia Associada à Ventilação (PAV). Os relatórios dos meses de novembro de dezembro de 2019 mostram que a adesão a essas boas práticas é de 95%.

“Por meio desses protocolos, nós podemos observar todos os detalhes para prevenir infecções. Todos os processos são bem gerenciados e nossos profissionais são treinados e incentivados a aderir. A UTI Adulto demonstra esses ótimos resultados que refletem no bem-estar dos pacientes”, disse o diretor do HGWA, dr. Denys Briand.

A adoção de bundles de prevenção a infecções é uma das atividades do projeto Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil, que integra o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). 

"Nós já tínhamos uma cultura voltada para processos assistenciais e já tínhamos uma queda importante nos índices de infecções. O projeto trouxe um grande benefício aos pacientes e deu um upgrade nos nossos processos, pois passamos a ter um acompanhamento mais de perto. Foi através disso que conseguimos zerar os casos dessas infecções", explica o dr. Denison Couto, coordenador da UTI Adulto.

Os profissionais que atuam no setor receberam certificados que atestam as conquistas, emitidos pelo Ministério da Saúde em conjunto com o Hospital do Coração (HCor).

Desde 2017, o HGWA e outras três unidades de saúde do Governo do Ceará (Hospital Geral César Cals, Hospital Geral de Fortaleza e Hospital Regional do Cariri) fazem parte do programa, que tem como meta reduzir em 50% os casos de Infecções Primária de Corrente Sanguínea Laboratorial e do Trato Urinário e de Pneumonia Associada à Ventilação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…