Pular para o conteúdo principal

OAB Ceará media diálogo entre policiais militares e Governo do Estado para pôr fim à paralisação

A Ordem dos Advogados do Ceará foi convocada pelos poderes constituídos do Estado do Ceará – executivo, legislativo e judiciário, o MP-CE e o exército brasileiro para ser mediadora entre as partes. Na manhã desta quarta-feira (26), a OAB Ceará participou da primeira reunião da comissão formada para mediar às negociações. De acordo com o presidente da OAB Ceará, Erinaldo Dantas, é importante que haja essa mediação para ouvir as partes e chegar a um acordo. “Queremos criar esse canal de diálogo para solucionar esta crise que o Estado vem enfrentando. Será um momento de conversa onde serão colocadas em mesa todas as pautas de discussão. Gostaríamos que fosse o mais breve possível, pois a população tem sofrido bastante com essa paralisação”, afirma.

Segundo o procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro, a OAB Ceará se prontificou a buscar um interlocutor, entre os policiais militares, para estar na mesa com os poderes do Estado e apresentar suas demandas. “Confiamos no trabalho prestado pela a OAB em busca do interlocutor. É importante que ocorra essa mediação para chegar a um acordo e acabar com esta crise”, declarou o procurador-geral de Justiça.

A Ordem cearense já vem realizando este trabalho, por meio da Comissão Especial, criada pelo o presidente da instituição e composta pelos advogados Waldir Xavier de Lima, Ademar Mendes Bezerra e Flávio Jacinto. A comitiva da OAB esteve reunida, na Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Ceará, na última sexta-feira (21), com o intuito de apurar os fatos decorrentes dos conflitos ocorridos em razão das manifestações de bombeiros e policiais militares. “A OAB está desempenhando esse papel de mediadora em nome da sociedade e das instituições. Mediar o diálogo é a solução, por isso, estamos ouvindo ambas as partes e chegar a um acordo o mais breve possível”, afirma Waldir Xavier.

Após a coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (26), na sede da Procuradoria Geral de Justiça, os representantes da Ordem, Erinaldo Dantas e Waldir Xavier, foram ao 18º Batalhão de Polícia, no Bairro Antônio Bezerra, para fazer a mediação com o movimento. Assim, foi escolhido, em consenso, o advogado e Coronel reformado do exército, Walmir Medeiros, para apresentar os pleitos dos militares em uma próxima reunião da comissão com data ainda a ser marcada. “A ideia nesse primeiro momento é sentar pra conversar, se falar em respeito, dignidade, serenidade e em diálogo. É acertar isso com o Governo, ver como policiais e, juntos, poder levar uma palavra de paz à população. No segundo momento, depois que as coisas se acalmarem, aí falaremos como é que pode ser negociada a situação dos policias, como é que pode ser negociado esse dilema entre os setores. O Governo pensa uma coisa, os policias pensam outra, pouco se fala em diálogo, e isso precisa ser retomado o mais rápido possível” salientou o coronel Walmir Medeiros.

A comissão é composta pelos seguintes membros:

Poder Executivo – Procurador-Geral do Estado, Juvêncio Viana
Poder Judiciário –Corregedor-Geral Desembargador Teodoro Silva Santos
Poder Legislativo – Deputado estadual Evandro Leitão (PDT)
Funcionam como observadores as seguintes autoridades:

Ministério Público – procurador-geral de Justiça, Manuel Pinheiro
Exército –Coronel Marcos Cesário
OAB – Erinaldo Dantas (presidente do órgão)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que