Pular para o conteúdo principal

Apontado como mandante da morte de agente penitenciário é preso em diligência do DHPP

Dando sequência às seis prisões relacionadas ao homicídio do agente penitenciário Paulo Vitor Passos Teixeira (25), o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) prendeu o homem apontado como mandante do crime, que vitimou o agente público estadual, no último domingo (1). Marcelo Bezerra da Silva (35), o “Morcegão”, teria dado a ordem para que os criminosos atirassem no agente e liberado os ocupantes do carro abordado, no bairro Papicu – Área Integrada de Segurança 10 (AIS 10). A captura de “Morcegão” ocorreu no bairro Iparana, em Caucaia, (AIS 11) do Estado.
Com a prisão de Marcelo, sobe para sete o número de envolvidos presos com participação direta ou indireta no crime. As apurações feitas pela 11ª Delegacia do DHPP, unidade responsável por apurar crimes contra agentes de segurança pública do Estado, indicam que “Morcegão” foi responsável por ordenar a morte do agente penitenciário. Ele teria sido consultado pelos suspeitos que abordaram o veículo do servidor da segurança pública do Ceará, antes dos homens atirarem em Paulo Vitor. Em depoimento, Marcelo que foi comunicado da presença das pessoas na rua, visualizou a abordagem aos ocupantes do carro e viu quando os comparsas atiraram na vítima. Ele contou ainda que, após o crime, mandou que os amigos de Paulo Vitor fossem embora no carro.
Desde o crime, “Morcegão” estava foragido e ficou se deslocando por vários endereços até ser capturado em uma abordagem feita por policiais civis do DHPP, na Avenida Ulisses Guimarães, próximo à ponte que passa pelo Rio Ceará. De imediato, ele foi conduzido para a sede do DHPP, onde foi ouvido e autuado em flagrante por integrar organização criminosa e por homicídio qualificado em razão de ser um crime contra a vida praticado contra um integrante do sistema prisional.

Histórico do preso

Marcelo tem duas passagens por roubo no Ceará, por crimes cometidos no ano de 2003. No dia 14 de maio de 2015, ele foi preso no distrito de Setúbal, em Portugal, na companhia de um português e um espanhol, em uma operação para o cumprimento de mandado de busca e apreensão. Marcelo era investigado pela participação no tráfico internacional de drogas, por integrar organização criminosa e lavagem de dinheiro. No flagrante, “Morcegão” estava na posse de 7,489 kg cocaína, pronta para revenda, e cocaína diluída em garrafas de cachaça. O material foi encontrado em uma casa de veraneio, que funcionava como uma espécie de laboratório de drogas, como apontavam as investigações da Policia Judiciária de Portugal e da Polícia Federal.

Participação dos envolvidos

Os seis homens presos anteriormente, na segunda-feira (2), após diligências ininterruptas, foram identificados como Abnoan Avelino Vieira (49), com antecedentes por homicídio e posse de drogas; Antonio Denilson Marques da Silva (20), o “Gordinho” e sem antecedentes criminais; Francisco Alves da Silva (34), sem antecedentes; Edson Alexsander Nogueira dos Santos (23), paulista e sem antecedentes criminais no Ceará; Lucas Luiz Ferfolli (25), paulista e sem antecedentes criminais no Ceará; e Marcos Antônio Ferreira, o “Negão”, natural do estado de Mato Grosso e sem antecedentes criminais no Ceará.
Sobre a participação dos envolvidos, a Polícia Civil descobriu que “Negão” foi um dos autores dos tiros que acertaram o agente penitenciário. O revólver calibre 38 encontrado na diligência estava em poder dele, que confessou ser um dos executores. Outro suspeito que também confessou ter efetuado os tiros foi “Gordinho”. Ele disse em depoimento que usou a pistola do agente para disparar. Francisco, que é motorista de aplicativo, foi responsável por dar fuga a “Negão”. Abnoan ficou encarregado de guardar a arma da vítima. Edson e Lucas estavam presentes na abordagem a vítima. A Polícia Civil apura todas as circunstâncias para remeter o inquérito policial para o Poder Judiciário.
As prisões foram possíveis graças a ações integradas entre profissionais da Polícia Civil, por meio do DHPP, da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP), de agentes penitenciários do Grupo de Ações Penitenciárias da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), com apoio de uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e colaboração da Assessoria de Inteligência (Asint) da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

O crime

Os levantamentos policiais desvendaram que cinco suspeitos abordaram o carro do agente penitenciário, na noite do domingo, e exigiram que os ocupantes desembarcassem do veículo. As vítimas desceram e foram questionadas sobre o motivo de estarem na região. Ao vistoriarem o interior do carro, um dos suspeitos encontrou a pistola .40 do agente, momento em que Paulo tentou correr, mas foi atingido por disparos de arma de fogo. Os demais ocupantes foram liberados em seguida.
As ações para as capturas dos suspeitos aconteceram de forma ininterrupta e resultaram ainda nas apreensões da pistola da vítima e de um revólver calibre 38 desmuniciado. Conforme as apurações policiais, o revólver pode ter sido utilizado para disparar contra o agente, por esta razão, ele será encaminhado para a Perícia Forense do Estado do Ceará e será submetida à análise técnica por profissionais do Núcleo de Balística Forense (Nubaf) da Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec).

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.
Informações da Polícia Civil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas