Pular para o conteúdo principal

O Boticário doa 1,7 tonelada de álcool gel para a saúde pública


O Boticário entra na valiosa corrente de amor que está se formando para ajudar a combater a pandemia do novo coronavírus no país. A marca, por meio do Instituto Grupo Boticário, vai doar 1,7 tonelada de álcool em gel Cuide-se Bem para o sistema de saúde pública de Curitiba, cidade onde está localizada a sede do Grupo.

“O Boticário acredita que, quando cada um faz a sua parte, o todo fica cada vez mais forte”, disse Aline Mori, diretora de marketing do Boticário. Além da doação ao SUS, a marca quer reforçar e conscientizar para outras medidas na prevenção da doença, disponíveis dentro de casa, como a importância da lavagem das mãos, com água e sabão. “É a recomendação mais indicada na prevenção da transmissão, podendo ser colocada em prática inúmeras vezes ao dia. Trata-se não só de autocuidado, mas de uma prática de amor e consideração com todos ao redor. O momento é de união e senso coletivo”, acrescenta.

O Álcool Gel Cuide-se Bem possui concentração de 78% de álcool etílico, que elimina cerca de 99,9% das bactérias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…