#audioinclui

sexta-feira, 20 de março de 2020

Polícia Civil apreende granada de gás, arma e drogas em diligência na Capital




Uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), com o objetivo de capturar suspeitos da morte do policial civil José Valdenir de Sousa (49), resultou na apreensão de arma, drogas e de uma granada de gás. O material foi encontrado, na tarde dessa quarta-feira (18), em um imóvel próximo à Comunidade da Rosalina, no bairro Passaré, na Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7). Participaram da ação policial equipes do 30° Distrito Policial e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Dois indivíduos que estavam no imóvel conseguiram fugir e são procurados pelos agentes de segurança pública.

As diligências iniciaram após uma equipe do 30° DP receber uma denúncia anônima, via WhatsApp, acerca da localização dos suspeitos de terem participado no latrocínio que vitimou o policial civil José Valdenir de Sousa, na última segunda-feira (16). De imediato, os policiais civis se deslocaram para o local para averiguar a informação e constar o fato. Ao se aproximarem da casa, os agentes avistaram dois indivíduos que correram em direção a um matagal. Apesar dos esforços para capturar os suspeitos, os alvos fugiram e são procurados pela Polícia.

Dentro do imóvel, as equipes encontraram uma granada de gás, um revólver calibre 38, duas munições de mesmo calibre, 900 gramas de maconha, 40 gramas de cocaína e 19 gramas de crack. O material foi recolhido e encaminhado para a sede da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), onde foi pesado e conferido. As buscas pelos suspeitos estão mantidas.



Adolescente capturado

Na madrugada de terça-feira (17), poucas horas após o crime contra o policial civil, equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apreenderam um adolescente, de 17 anos, com passagem por ato infracional análogo ao tráfico de drogas. Ele foi capturado na Comunidade da Rosalina e confessou envolvimento no crime. O menor foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde um ato infracional análogo ao crime de latrocínio foi lavrado em desfavor dele.

Denúncias

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ou ainda para o (85) 98865-2158, o WhatsApp do 30° Distrito Policial, por onde podem ser enviadas mensagens de texto, áudio e vídeo. O sigilo e o anonimato são garantidos.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.