Pular para o conteúdo principal

POLICIAIS CIVIS AJUDARÃO NA FISCALIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO QUE DESCUMPRIREM DECRETO GOVERNAMENTAL



Atendendo à determinação do governador Camilo Santana, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) estará com equipes nesta sexta-feira, 20, ajudando fiscalização de estabelecimentos que não devam estar abertos. A medida atende ao decreto nº 33.519, publicado na noite de ontem, 19, pelo governador Camilo Santana. Quem desobedecer à determinação poderá ser enquadrado no crime de desobediência, previsto no Código Penal
__
__
Fica suspenso, em território estadual, por 10 dias: bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres; templos, igrejas e demais instituições religiosas; museus, cinemas e outros equipamentos culturais, público e privado; academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares; lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada; feiras e exposiçoes; “shopping center”, galeria/centro comercial e estabelecimentos congêneres.
__
__
Entretanto, podem funcionar supermercados, farmácias e locais que prestem serviços de saúde no interior dos referidos estabelecimentos.
__
__
A PCCE estará fiscalizando a determinação de isolamento social nesses espaços. O objetivo é assegurar o bem coletivo nesse momento de combate ao coronavírus. Nos momentos de crise a importância de serviços essenciais como saúde e segurança mostram sua atuação para que a normalidade retorne o mais rápido possível.
__
__
Faça sua parte, evite aglomerações, pratique o isolamento social enquanto a Polícia Civil atua nas ruas no enfrentamento a este inimigo invisível. Nós não podemos ficar em casa, mas você pode!
__
__
#PCCE #CORONAVÍRUS #COVID-19

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…