Pular para o conteúdo principal

MPCE recomenda anulação de lei que autorizou concessão de 13º salário a vereadores de Orós

 Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do promotor de Justiça da Comarca de Orós Renato Magalhães de Melo, expediu, no dia 31/03/20, uma Recomendação ao presidente da Câmara Municipal de Orós, vereador Luís Alves de Araújo, a fim de anule os Atos que aprovaram a Lei Municipal nº 178/2020, que autoriza a concessão de décimo terceiro salário aos agentes políticos (Vereadores) municipais vinculados ao Poder Legislativo, que representa violação da obrigatoriedade de pagamento em parcela única, não excepcionado pela Constituição Federal de 1988, sob pena de omissão diante da manifesta ilegalidade e, por conseguinte, configuração de ato de improbidade administrativa.

De acordo com o documento, as providências devem ser tomadas e encaminhadas à Promotoria de Justiça, no prazo de 72 horas. A inobservância da Recomendação acarretará a adoção de todas as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis. Segundo relatou o representante do MPCE, o Projeto de Lei nº 174/2019, aprovado no dia 03 de dezembro de 2019, fixou o acréscimo do 13º salário, como base no valor integral do subsídio, para os agentes políticos que compõem o Poder Legislativo Municipal, em clara afronta ao artigo 39, parágrafo 4º, da Constituição Federal.

No entanto, o parágrafo 4º, do artigo 39, da Constituição Federal de 1988 estabelece que o membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória, obedecido, em qualquer caso, o disposto nos incisos X e XI, do artigo 37, da Carta Magna.

Ocorre que os agentes políticos desempenham funções de natureza política e não profissional, não possuindo vínculo empregatício ou estatutário com o ente público a que pertencem, diferentemente dos servidores públicos. Neste caso, a Lei nº 178/2020, de autoria do Presidente da Câmara Municipal de Orós, que concede o adicional de férias a seus agentes políticos, no âmbito do ordenamento constitucional atual, incorre em inconstitucionalidade, violando e ofendendo o referido artigo 39, parágrafo 4º, da Carta Magna. Além disso, nos termos do artigo 11 da Lei de Improbidade Administrativa, constitui ato de improbidade a ofensa aos princípios da administração pública, especialmente ao princípio da legalidade.

Portanto, o décimo terceiro salário ou gratificação natalina é um direito trabalhista assegurado na Constituição da República de 1988, em seu artigo 7º, VIII, e estendido aos servidores públicos por força da previsão contida no artigo 39, parágrafo 3º, conclui-se que aos agentes políticos, por não se revestirem da condição de servidores públicos, não se aplica o disposto no artigo 39, parágrafo 3º, não tendo, assim, direito à referida parcela salarial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas