TeleSUS - fará busca ativa de informações sobre coronavírus


Não se espante se o seu telefone tocar, pode ser uma consulta do Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira, 01, o novo mecanismo para monitorar e realizar a busca ativa de pessoas vulneráveis que façam parte de grupos de risco ou que estejam com sinais e sintomas da doença. Segundo o comunicado divulgado, o TeleSUS funcionará através do disparo de ligações com atendimento automatizado para encontrar possíveis casos. 

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, explicou que foi-se criado um algoritmo que realizará o disparo de ligações para 125 milhões de brasileiros, que irá ajudar a antecipar o nome das pessoas, onde elas estão, se são grupo de risco, com quem convivem. O ministro também alertou dizendo, “vamos disparar as ligações, então não se espantem se o seu telefone tocar. É como se fosse uma consulta, por meio de uma voz artificial, que vai fazer uma triagem. Vai fazer algumas perguntas para saber se pode te acompanhar. É um sistema de inteligência artificial que irá nos ajudar muito”. A Selectra Brasil, especialistas do setor de Telecomunicações e Internet no país, informou que este sistema de consulta remota é muito parecido com a já conhecida URA (Unidade de Resposta Audível) ou também chamada de autoatendimento. Afirmaram também que o TeleSUS permitirá ao Brasil ter maior controle sobre a epidemia, graças às tecnologias de big data e inteligência artificial, que facilitam a gestão e uso das informações. Vale lembrar também que além desta nova ação do Ministério da Saúde, o aplicativo Coronavírus SUS passou por atualizações e agora permite o envio de mensagens e alertas, mesmo que o usuário não esteja com ele aberto no momento, sendo que as operadoras não estão descontando o uso do pacote de dados, podendo ser utilizado livremente.

Para que a população possa confirmar que a ligação é do Ministério da Saúde, aparecerá no identificador de chamadas o número 136, do Disque Saúde. Esta ação permitirá aos órgãos responsáveis o monitoramento à distância das pessoas em isolamento domiciliar, permitindo o acompanhamento do estado de saúde durante todo o período. Esta ferramenta também permitirá que as pessoas recebam a indicação do tratamento adequado sem sair de casa, evitando o risco de contágio local entre os pacientes e profissionais nas unidades de saúde.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça