Pular para o conteúdo principal

Novo Centro de Triagem começa a funcionar no HGF nesta terça-feira, dia 26

A partir desta terça-feira (26), o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), da rede pública da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado, iniciará o funcionamento do Centro de Triagem, montado ao lado do hospital de campanha anexo à unidade. O espaço receberá pacientes que necessitam de atendimento emergencial e funcionará diariamente, das 7 às 19 horas. No plantão noturno, as emergências do Hospital mantêm o fluxo normal de atendimento.
O Centro de Triagem do HGF foi criado para unificar o fluxo inicial de atendimento da emergência. “O novo serviço é direcionado aos pacientes que já procuravam nossa emergência com sintomas neurológicos, problemas renais, entre outros, e também com sintomas respiratórios. Ou seja, quem deve nos procurar são os pacientes que estejam realmente necessitando de atendimento emergencial”, explica o chefe da emergência do HGF, Khalil Feitosa.
O serviço terá equipe composta por dois profissionais de enfermagem, dois médicos e recepcionista. Os pacientes farão a triagem inicial e, em seguida, serão encaminhados para os procedimentos necessários. Pessoas transferidas de outras unidades de saúde pela Central de Regulação do Estado não necessitam passar por triagem inicial.

Drive-thru

A Secretaria da Saúde do Ceará está implantando a estratégia da realização de testagem em massa para Covid-19 no formato de drive-thru. O objetivo é ampliar o sistema de testagem para identificar as pessoas que já foram infectadas pela Covid-19 e quais ainda estão suscetíveis à doença. O Ceará já realizou mais de 88,3 mil exames para identificar Covid-19. Destes, 34.949 testes rápidos.
“O drive-thru é uma outra proposta em que a gente consegue coletar mais rapidamente os exames, aumentando a nossa testagem. O fato de ele ser realizado dentro do carro da própria pessoa, torna o ambiente mais seguro. Então a gente não precisa de desinfecção de ambiente, de troca de EPIs. Isso facilita a coleta dos procedimentos que são realizados nos ambulatórios e dá celeridade”, explica a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida.
De acordo com a secretária executiva, no primeiro momento, o serviço de drive-thru será implementado no HGF e funcionará por agendamento. A logística está em execução para, em breve, iniciar o funcionamento. “Vamos avaliar o funcionamento nas primeiras semanas, corrigindo as possíveis fragilidades. A gente vai ampliar para outros locais como estacionamento de shoppings”, afirma.

Teste rápido

O teste rápido detecta a existência no sangue dos anticorpos de defesa IgG e IgM, produzidos pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. O teste pode ser feito pela técnica sorológica e ponta dos dedos. A recomendação é que o exame seja feito uma semana após o aparecimento de sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar. O resultado sai em até vinte minutos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…