Pular para o conteúdo principal

Ação rápida das forças de segurança resulta na prisão de suspeito de envolvimento em roubo

Um homem suspeito de envolvimento em um roubo popularmente conhecido como “saidinha bancária” foi preso e um veículo roubado foi recuperado, na tarde dessa sexta-feira (26), em uma ação rápida das Polícias Militar do Ceará (PMCE) e Civil do Estado do Ceará (PCCE). A captura foi realizada por policiais do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), no bairro Jangurussu – Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza – com o auxílio de operadores do Núcleo de Videomonitoramento (Nuvid) da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Uma equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) foi até o local e realizou a condução do indivíduo à delegacia responsável pela ocorrência.

As buscas tiveram início logo após uma denúncia feita à Ciops sobre uma “saidinha bancária” registrada em frente a um banco situado na Avenida Treze de Maio, no bairro de Fátima, na AIS 5 de Fortaleza. Segundo as informações, quatro homens participaram do crime, sendo dois em uma motocicleta e outros dois como apoio, em um veículo Peugeot 208 de cor vermelha. Ainda de acordo com o relato, os suspeitos abordaram a vítima, subtraíram uma quantia em dinheiro e fugiram. As características do automóvel foram inseridas no Spia e a busca aos envolvidos na ação foi iniciada por parte dos operadores do Nuvid.



Pouco mais de uma hora após o início do trabalho policial, o carro dos suspeitos foi captado pelos sensores do Spia em deslocamento pelo bairro Jangurussu. A localização foi passada para equipes do CPRaio, que de imediato seguiram até o ponto indicado. Profissionais do Nuvid mantiveram o acompanhamento do trajeto até a abordagem do automóvel. O motorista foi identificado como Wildison Uchôa Rodrigues (30), com diversas passagens por furto. Ele passou por revista pessoal, além de buscas que foram feitas no veículo, mas nada de ilícito foi encontrado.



Uma equipe da Delegacia Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) foi acionada ao local e assumiu a ocorrência. Wildison Uchôa foi conduzido até a sede da especializada e foi autuado em flagrante por roubo. O veículo utilizado por ele também foi apreendido. As investigações continuam com o objetivo de identificar e capturar os demais partícipes do crime.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-1140, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). O sigilo e o anonimato são garantidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…