Pular para o conteúdo principal

Colabora Inova - Startup que fomenta inclusão digital em serviços bancários já opera em Fortaleza/CE


Uma pesquisa realizada pela Locomotiva aponta que 45 milhões de pessoas são desbancarizadas, ou seja, não movimentam a conta bancária ou não têm conta em banco, totalizando um em cada três brasileiros no País. Mesmo assim, de acordo com a sondagem, elas movimentam mais de R$ 800 bilhões por ano. Uma grande parcela das classes C, D e E não se sentem confortáveis com o atendimento que recebem nas instituições financeiras e têm dificuldade com a burocracia e utilização de apps e caixas eletrônicos.

Diante da Covid-19, a inclusão digital foi necessária em vários aspectos no cotidiano das pessoas. Um exemplo dessa necessidade serviu para o Centro Fashion, centro atacadista em Fortaleza (CE) que possui feirantes, lojistas, autônomos como colaboradores possibilitar o recebimento de bônus e premiações através do acesso digital. A empresa responsável por essa trasnformação é a Cash.in, startup que otimiza a entrega de valores em prêmios de incentivos e outros, entre empresas e colaboradores e fomenta o acesso à serviços financeiros de forma simples, sem a necessidade do usuário de ter uma conta em banco ou fazer cadastros longos.

Coletivo de catadores e centro de comércio popular em Fortaleza estão usando a Cash.in para transações bancárias sem necessitar de contas em instituições financeiras (Foto: Marcos Moura)
“Pela plataforma da Cash.in é possível fazer saques em dinheiro nas lotéricas, transferências, pagamento de contas, recargas de celular e compras em lojas. Temos uma plataforma colorida, visual, de fácil navegação, planejada justamente para levar inclusão digital para colaboradores das classes C, D e E e facilitar o dia a dia e que se comunica com esses usuários – a plataforma foi feita para eles”, explica Nani Gordon CEO e founder da Cash.in.

Também na capital cearense, um coletivo de catadores de recicláveis passou a receber por meio da plataforma Cash.in.

“Quem recebe fica mais tranquilo por ter um atendimento personalizado e um ambiente digital didático direcionado para pessoas não digitalizadas”, diz Paulo Sturdart, Diretor de Operações da EcoFor, ressaltando também que a plataforma foi um meio de incluir as pessoas em transações às quais não tinham acesso.

Sobre a Cash.in: ​ A Cash.in é uma empresa de tecnologia que otimiza a entrega de valores em prêmios de incentivos entre empresas e colaboradores. A plataforma 100% online criou uma prática de contas onde executivos gerenciam seus valores, permitindo que as transações sejam feitas de forma rápida e eficiente, reduzindo gastos de energia, tempo e dinheiro e eliminando processos físicos e em papel. Para os colaboradores, oferece autonomia e liberdade de uso dos seus créditos e prêmios, além de ser intuitiva e fácil de navegar. Focada em transformar o mercado de pagamentos de prêmios de incentivo e oferecer melhor usabilidade para os usuários, a empresa começou sua operação em 2019. Hoje, já atende grandes nomes da indústria nacional e iniciou sua expansão para empresas de Fortaleza e Salvador. Mais informações: ​ https://www.cashin.com.br​

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas