Pular para o conteúdo principal

Fajece promove live sobre empreendedorismo feminino e associativismo


O empreendedorismo feminino é um assunto que vem ganhando destaque, principalmente por promover debate sobre a posição da mulher no mundo empresarial, além de gerar transformação na sociedade e na economia de todo o País. Aliado ao associativismo, que visa defender interesses em comum, aprimorar conhecimento de gestão e relacionamentos, esse movimento consegue ganhar mais força. Com a finalidade de contribuir para o debate e para essa mudança de cenário, a Federação das Associações dos Jovens Empresários do Ceará (Fajece) realiza, nesta segunda-feira (29), live sobre “O associativismo como valorização do empreendedorismo feminino” em seu perfil do Instagram (@fajeceoficial).
A discussão terá como debatedoras Marcela Abreu, coordenadora de Comunicação da Fajece, e Maria Brasil, presidente da Associação dos Jovens Empresários da Bahia.
Em papel de destaque em suas áreas de atuação, as participantes conversarão ainda sobre as vantagens do associativismo, principalmente para as mulheres.

Serviço
Live: Associativismo como valorização do empreendedorismo feminino
Data: Segunda-feira, 29 de junho
Local: Instagram da Fajece (@fajeceoficial)
Horário: 17 horas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…