Pular para o conteúdo principal

3º BPM da PMCE ganha nova sede em Sobral

A nova sede do 3º Batalhão Policial Militar (3ºBPM), da Polícia Militar do Ceará (PMCE), no município de Sobral (CE), que está com previsão para ser inaugurada ainda esta semana (19/07 a 26/07), tem toda uma estrutura que vai contribuir para o serviço policial militar realizado na região, bem como para a tropa, no sentido de melhorias nas condições de trabalho para os policiais militares que terão espaços mais adequados para instruções, alojamentos climatizados e mais apropriados e um ambiente mais estruturado ao retornarem para a unidade policial.
Com 66 anos de existência, o 3ºBPM é dividido em três companhias, as quais cobrem os municípios de Sobral, Forquilha, Santana do Acaraú, Groaíras, Cariré, Mucambo, Graça, Pacujá, Coreaú, Frecheirinha, Massapê, Meruoca, Alcântaras, Senador Sá, Uruoca e Moraújo.
Atualmente, o comando do Batalhão é exercido pelo Tenente Coronel PM Charles Robert de Sousa Carothers, natural de Fortaleza, o PM está na Corporação há 25 anos. Segundo o oficial “as melhorias com a nova sede serão muitas, entre elas: espaço para acomodação dos policiais militares, auditório climatizado para reuniões, estrutura para a companhia ambiental, espaço para atividade física, alojamento para receber reforço de policiais de fora, alojamento feminino adequado para as policiais, estrutura para acomodar o pelotão do Comando Tático Rural – Cotar, bem como divisórias para as seções e uma localização propícia para a construção, futuramente, de um stand de tiro para treinamento da tropa”, disse o PM.
Assessoria de Comunicação da PMCE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…