Pular para o conteúdo principal

Beto Studart se manifesta em grupo de whatsapp sobre matéria na imprensa de Goiás

 "Meus  amigosqueridos, essa mensagem é para informa-los de uma notícia que está sendo reencaminhada mas que teve origem no blog do jornalista Donizete Arruda e que deve ser potencializada na segunda feira! Ele é um tradicional inimigo por razões que desconheço. Habitualmente ele reaparece me cutucando e criando sempre um ambiente super desagradável!

Donizete entrou em campo novamente aproveitando uma disputa judicial relativa  a uma negociação de uma aeronave, a primeira que adquiri em 2004, onde tenho convicção Tecnica que estamos corretos em toda estrutura da venda. No entanto, no meio de um litígio entre o meu comprador e um terceiro adquirente, esse um picareta de Goiânia, tenta me chantagear há anos! O mesmo foi pra imprensa Goiana para tentar me pressionar criando uma situação incômoda via imprensa! Donizete teve acesso a essa notícia na noite de sexta feira e soltou nas mídias, com o propósito específico de me alcançar, o que faz de forma cíclica.  Agora me resta suportar esse tranco e continuar tomando as providências como tenho feito há anos! Acho que segunda feira deve vir novamente me atacar pelo seu sistema de rádios dando ênfase nesse mentiroso assunto!!!!
Abração a todos, boa noite e bom descanso!! Beto"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…