Pular para o conteúdo principal

DHPP autua dupla suspeita de participação em latrocínio que vitimou policial penal em Pacatuba

Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), autuou em flagrante, nesta terça-feira (28), dois homens suspeitos de participação no latrocínio que vitimou o policial penal João Simão de Oliveira (50), no município de Pacatuba, na Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12). Duas mulheres que estavam com a arma possivelmente utilizada pela dupla para cometer o crime, bem como a arma do policial penal, também foram presas. As prisões e apreensões das armas foram decorrentes de diligências feitas por profissionais da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da 11ª Delegacia do DHPP da Polícia Civil.

De acordo com as primeiras informações, o policial penal foi surpreendido por dois suspeitos quando parou próximo a uma rotatória da rodovia CE 060, no bairro São Bento, em Pacatuba. A dupla chegou de moto e tinha a intenção de roubar a motocicleta do policial penal. No entanto, a vítima reagiu e atirou em um dos suspeitos, que ficou ferido. João Simão também foi atingido, chegou a receber atendimento médico no local por profissionais do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Os dois homens fugiram levando a motocicleta e arma funcional do policial penal.

Após diligências na tarde de ontem, os dois suspeitos foram identificados e capturados. Samuel Xavier de Lima (18), sem antecedentes criminais, confessou a prática criminosa e deu outros detalhes em depoimento no DHPP. O segundo suspeito, identificado como Wanderlon Tavares Gomes dos Santos (20), sem antecedentes, foi localizado com lesões provocadas por arma de fogo. Ele foi detido e conduzido para uma unidade de saúde, em Fortaleza, sob escolta, para receber tratamento médico. Conforme os investigadores do DHPP, ele também confessou o crime. Ainda durante as buscas, os agentes do Estado encontraram a arma utilizada pela dupla para a prática delitiva e a arma do policial penal.

O revólver calibre 38 com três munições deflagradas e duas intactas e a arma do policial penal foram encontradas em um matagal na rodovia BR 116. O armamento, como apontam as investigações, estavam na posse de duas mulheres, que são suspeitas de terem escondido as armas logo após o crime. Francisca Geicy Soares da Silva (23), sem antecedentes, e Isabelle de Lima Fonseca (21), com passagem por tráfico de drogas, foram conduzidas para o DHPP e autuadas em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e por integrar organização criminosa majorada pelo emprego de arma de fogo.

Após ouvir todos os envolvidos na ocorrência, suspeitos e testemunhas, e colher outras provas da participação da dupla no crime, a autoridade policial autuou os dois homens em flagrante por latrocínio, quando o roubo resulta na morte da vítima, e por integrar organização criminosa majorada pelo emprego de arma de fogo. A arma apreendida será encaminhada para o Núcleo de Balística Forense (Nubaf) da Coordenadoria de Perícia Criminal (Copec) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) para realização de exame de microcomparação balística, com o objetivo de atestar se a arma apreendida foi a mesma utilizada para matar o policial penal.

Investigações
O caso está a cargo da 11ª Delegacia do DHPP, unidade especializada em investigar crimes dolosos contra a vida e latrocínio praticados em desfavor de agentes de segurança pública do Estado. A delegacia segue com as apurações em andamento com o objetivo de elucidar os fatos relativos à ocorrência.

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na localização dos suspeitos. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo é garantido.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…