Pular para o conteúdo principal

MPCE realiza fiscalização in loco no Município de Madalena

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio do promotor de justiça respondendo pela Promotoria de Justiça da Comarca de Madalena, Alan Moitinho Ferraz, realizou, na última sexta-feira (3), uma fiscalização in loco no Município de Madalena, com o objetivo de verificar o cumprimento dos decretos estaduais e municipais referentes ao combate ao Novo Coronavírus (COVID-19). 
O promotor de justiça circulou por diversas ruas daquele município, ao longo de quatro horas, com as cautelas devidas e de forma descaracterizada. O objetivo da diligência foi verificar se as medidas regulamentadas estavam sendo cumpridas. Nas visitas aos estabelecimentos comerciais, foi verificado o cumprimento das determinações dos decretos estaduais e municipais, como a limitação do horário de funcionamento, distanciamento mínimo, controle do ingresso de pessoas, uso de máscaras e de álcool em gel, além da presença dos órgãos fiscalizatórios municipais. 
Com o respectivo trabalho de campo, além de atestar o cumprimento das normas, também foi possível constatar que a maioria da população de Madalena vem cumprindo os decretos, sobretudo, no que se refere ao uso obrigatório de máscaras. Ainda como parte do trabalho de fiscalização, o promotor verificou, à distância e sem contato com o público, que alguns comércios estavam descumprindo os decretos estaduais e municipais. 
Diante de todas as ações envolvidas, será confeccionado um relatório circunstanciado com farto registro fotográfico, que será anexado aos autos do procedimento administrativo instaurado para acompanhar as ações de enfrentamento à COVID-19. “Após, será deliberado com o Comitê Gestor de Crise do Município de Madalena para adoção das providências pertinentes”, ressaltou o promotor de justiça.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…