Pular para o conteúdo principal

PMCE prende homem com 02 kg de cocaína e 07 kg de maconha na Granja Portugal

No momento em que efetuava uma Operação Saturação no bairro Granja Portugal, em Fortaleza, uma composição de Força Tática lotada no 17º Batalhão Policial Militar da Polícia Militar do Ceará (PMCE) efetuou a prisão de Arlino Bezerra de Sousa Filho, 28, por tráfico de drogas, na noite de ontem, 03.
A ação da PMCE ocorreu, por volta das 21h 30min mediante o recebimento de uma denúncia anônima acerca de um veículo que estaria chegando na comunidade Caverninha para deixar um pequeno carregamento de entorpecente. Com base nisso, a composição resolveu averiguar o informe, e, durante as diligências na Rua Coronel Fabriciano, foi avistado o citado veículo.
Durante a abordagem ao motorista do carro, nada de ilícito foi encontrado com ele, no entanto, durante as buscas minuciosas no interior do veículo, a composição policial militar obteve êxito na localização de 02 kg de cocaína e 07 kg de maconha, que estavam escondidos em fundo falso.
O suspeito, Arlino Bezerra, que já possuía antecedentes criminais por lesão corporal, ameaça e violência doméstica, foi então preso em flagrante e o entorpecente apreendido também foi apresentado no 32º Distrito Policial, onde o procedimento por tráfico de drogas foi instaurado.
Assessoria de Comunicação da PMCE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…