Pular para o conteúdo principal

Polícia Civil do CE prende paulista foragido da Justiça do DF com reconhecimento facial

 A tecnologia se mostrou, mais uma vez, uma forte aliada das forças de segurança na captura de criminosos no Ceará. O reconhecimento facial da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) auxiliou a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) na localização de um paulista foragido do Poder Judiciário do Distrito Federal. Os policiais civis encontraram o suspeito escondido em um imóvel na cidade de Maracanaú – Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12) do Ceará. A ação policial foi um apoio à Operação Anastasys, deflagrada nessa terça-feira (11), pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), com o apoio do Núcleo de Controle e Fiscalização do Sistema Prisional do Ministério Público (Nupri/MPDFT).

Além do Distrito Federal e do Ceará, a ofensiva ocorreu ainda em Goiás e no Piauí. Foram cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão com o objetivo de desarticular uma organização criminal de origem paulista. Um dos alvos dos investigadores da PCDF era Victor Willian Silva de Oliveira (28) – sem antecedentes pela Justiça do Ceará. As diligências apontavam que ele estava em território cearense, e com isso, a Polícia Civil do DF trocou informações com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da PCCE.

No curso das apurações, os policiais civis chegaram a uma fotografia da namorada de Willian, uma cearense. A partir dessa imagem, as equipes da Polícia Civil do Ceará utilizaram a função de reconhecimento facial no aplicativo Portal do Comando Avançado (PCA), uma ferramenta desenvolvida pela SSPDS e pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e utilizado pelas forças de segurança há pelo menos um ano. Por meio de uma pesquisa na base de cadastro civil, com mais de oito milhões de nomes, o PCA chegou à identificação da mulher.

De posse das informações, os policiais civis diligenciaram até um imóvel no bairro Pajuçara, na cidade de Maracanaú, onde a companheira de Willian reside. Lá, a Draco localizou o foragido da Justiça, quando ele já se preparava para empreender fuga. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva oriunda da 8ª Vara Criminal de Brasília por integrar organização criminosa. Ele foi encaminhado à sede do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), em Fortaleza. Nos próximos dias, ele deverá ser recambiado ao Distrito Federal.

Operação Anastasys

As investigações que embasaram a Operação Anastasys iniciaram há mais de seis meses pela Polícia Civil do Distrito Federal. As prisões e buscas ocorreram em Samambaia, Riacho Fundo II, no Distrito Federal; Águas Lindas, Cidade Ocidental e Anápolis, localizadas em Goiás; em Canto dos Buritis, no Piauí; e em Maracanaú, no Ceará.

O resultado das investigações permitiu o indiciamento de 38 membros de uma organização criminosa paulista, que exerciam diversas funções no coletivo criminal. Em meio às buscas nas residências dos investigados, foram apreendidas carteiras de identidade falsas e outros documentos, que seriam utilizados para a prática de estelionato; além de porções de drogas e um telefone celular. Os presos responderão pelo crime de organização criminosa e, se condenados, podem pegar penas de três a oito anos de prisão.

Reconhecimento facial

Ferramenta desenvolvida em parceria entre a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) e o Laboratório de Processamento de Imagem, Sinais e Computação Aplicada (Lapisco), vinculado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), o reconhecimento facial já é utilizado pelos profissionais da segurança pública cearense há quase um ano.

A função de reconhecimento facial realiza o cruzamento de fotos tiradas pelos agentes ou baixadas no celular com uma base contendo mais de 8 milhões de perfis cadastrados no Estado. O Ceará é um dos pioneiros do Brasil a utilizar a pesquisa por reconhecimento facial a partir do aplicativo PCA, que pode ser baixado no aparelho celular do profissional da segurança pública do Ceará.

*Com informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil do Distrito Federal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas