Pular para o conteúdo principal

Mais uma travesti morta - Polícia Civil captura dois homens envolvidos em duplo homicídio na Lagoa da Maraponga

 

Dois homens suspeitos de integrarem uma organização criminosa foram presos após terem o mandado de prisão preventiva cumprido na última sexta-feira (28), em Fortaleza. A investigação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), sob coordenação da 9ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), chegou à autoria dos dois homens em um duplo homicídio que vitimou Francisco Ediberto dos Santos Brasileiro (39) e a transexual Soraya de Oliveira Santiago (35). A motivação para as mortes também foi revelada durante as apurações policiais. Os detalhes das prisões e do caso foram apresentados nesta segunda-feira (31), na sede do DHPP, em Fortaleza.

Após levantamentos iniciais colhidos no local do crime, onde os dois corpos foram encontrados, na área da Lagoa da Maraponga, no bairro de mesmo nome, na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza, os investigadores do DHPP se debruçaram nas investigações para desvendar a autoria e colher materialidade do crime. Minutos antes das mortes, outro homicídio em circunstâncias semelhantes havia ocorrido, desta vez, no bairro Parangaba (AIS 5), tendo como vítima Gerson Ediberg Pereira dos Santos (47). Por meio de apurações da 9ª Delegacia do DHPP, os policiais civis identificaram o grupo criminoso responsável pelas três mortes.

Dois homens de 25 anos que integram uma organização criminosa, como apontam as investigações, foram identificados e presos pelas mortes.Outros envolvidos já foram identificados e são procurados pela Polícia.

A Polícia Civil também esclareceu a motivação para as mortes. Ediberto e Ediberg, conforme indicam os levantamentos feitos pelos investigadores, eram pessoas em situação de rua e pertenceriam a território rival ao do grupo que executou a empreitada criminosa. Soraya, que estava na companhia de Ediberto, foi morta porque presenciou a execução do homem pelo grupo, acreditam os policiais civis com base nas investigações, razão pela qual os suspeitos irão responder pela qualificadora do homicídio: assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime, conforme inciso V do paragráfo 2º do artigo 121 do Código Penal Brasileiro.

A dupla, assim com os outros foragidos, foi indiciada por homicídio qualificado por motivo fútil, sem chance de defesa da vítima e para assegurar a execução do crime, além disso, os suspeitos também irão responder por integrarem organização criminosa armada. O inquérito policial já foi remetido ao Poder Judiciário, ocasião em que o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) decidiu denunciá-los pelos crimes. A Polícia Civil segue com diligências em andamento visando capturar os outros envolvidos nos homicídios.

O crime

As vítimas foram encontradas mortas no dia 12 de julho, na área da Lagoa da Maraponga, no bairro de mesmo nome, na Área Integrada de Segurança 9 (AIS 9) de Fortaleza. De acordo com os peritos que analisaram o local do crime, havia lesões provocadas por arma de fogo. Os corpos foram recolhidos para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde foram periciados e devidamente identificados, já que nos momentos iniciais da ocorrência não foi possível realizar a identificação das vítimas.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Com informações da Polícia Civil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas