Pular para o conteúdo principal

Gratuito - Artistas pesquisadores se encontram em webinário do 27º FNT - Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga

 

 

O webinário acontece nos dias 26 e 27 de outubro de forma virtual. As inscrições são gratuitas.

 

Com o Webinário de Artistas Pesquisadores centrado no tema “Estéticas, Discursos e Políticas Negras nas Artes Cênicas”, o Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga (FNT) dá continuidade à sua 27ª edição, iniciada em setembro com a Mostra Nordeste. O seminário virtual acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro, reunindo, em três encontros, artistas pesquisadores de universidades da Bahia, do Ceará, do Maranhão e do Piauí que pesquisam e produzem artefatos artísticos que se estruturam por meios de poéticas, práticas, investigações e narrativas afrocentradas. Aberto ao público, a transmissão acontecerá em uma sala virtual. O acesso será disponibilizado após a inscrição, que deverá ser feita pelo site do festival. É gratuito! Para os não inscritos, o acesso será por meio do canal do Youtube do FNT.

 

Políticas e Poéticas Negras: Formação e Representatividade nas Artes Cênicas

 

A abertura do webinário será no dia 26 (segunda-feira), às 14h, com o tema “Políticas e Poéticas Negras: Formação e Representatividade nas Artes Cênicas”, que terá como convidados Alexandra Dumas (UFBA) e Ricardo Nascimento (UNILAB) e a mediação de Abimaelson Santos (UFMA). Será um compartilhamento de ações políticas que reverberam diretamente na construção de poéticas negras, onde se observará os impactos educativos destas experiências no processo de formação de artistas, de pesquisadores e do público de modo geral.

 

Corpos, Discursos e Estéticas Negras em Cena

 

No encontro seguinte, às 16h, Fernanda Julia Onisajé, da Bahia, e Altemar Di Monteiro, do Ceará, conversam sobre “Corpos, Discursos e Estéticas Negras em Cena” no encontro mediado por Abimaelson Santos (UFMA) e Carolina Bernardo (UNILAB). Serão apresentadas algumas possibilidades de discursos estéticos que são construídos no teatro, por meio de uma poética negra.

 

Dança, Ancestralidades e Estéticas Negras

 

Encerrando a programação do webinário, no dia 27 (terça-feira), às 15h, Luzia Amélia, do Piauí, e Tieta Macau, do Maranhão, participam do encontro sobre “Dança, Ancestralidades e Estéticas Negras”, onde apresentarão experiências estéticas, no campo da dança, que são pautadas em corporeidades, discursos e presença negra na vida cotidiana. A mediação será de Abimaelson Santos (UFMA), Rosalina Semedo de Andrade Tavares (UNILAB) e Arilson dos Santos Gomes (UNILAB).

 

O 27º FNT

 

“É. Foi. Será. Teatro” é o tema do 27º FNT, que diante das dificuldades das limitações impostas por conta da pandemia da Covid-19, adotou o formato virtual e presencial para viabilizar a realização das mostras e ações formativas que marcam sua programação anualmente. Para isso, distribuiu a edição em quatro momentos, chamados de “Estações”, de setembro a dezembro.

 

A 1ª Estação foi virtual, de 26 a 30 de setembro, com os espetáculos e os debates da Mostra Nordeste. A 2ª Estação acontece agora em outubro, também virtual, com o Webinário de Artistas Pesquisadores. Em novembro, o FNT continua com a 3ª Estação em formato virtual.

 

Com a 4ª Estação o FNT encerra a 27ª edição em dezembro, de forma presencial em Guaramiranga, com duas mostras, a FNT para Crianças, com espetáculos e contação de histórias, e a Palco Ceará, que leva à cena a produção teatral cearense.

 

QUEM FAZ O 27º FNT

 

O 27º FNT é uma realização da Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (AGUA), com apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Tem a consultoria executiva da Quitanda Soluções Criativas. Agradecimento especial: Enel.

 

OS PALESTRANTES

 

A professora e pesquisadora Alexandra Dumas é doutora em artes cênicas e docente da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA), interessada nas pedagogias e poética negras teatrais, culturas populares e brincadeiras afro-brasileiras.

 

Ricardo Nascimento é doutor em Antropologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas pela Universidade Nova de Lisboa, fez mestrado em Sociologia pela Universidade do Minho e é licenciado em Geografia pela Universidade do Porto, Portugal. É professor efetivo da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB). É vice coordenador do Performart (Núcleo de Pesquisa e Extensão das performances culturais e do patrimônio imaterial) com projetos de pesquisa e extensão nas áreas da cultura popular e performances culturais e coordenador de Arte e Cultura da Pró-reitora de Extensão, Arte e Cultura.

 

Dramaturga, preparadora de atores e educadora, Fernanda Julia Onisajé é pesquisadora da cultura africana no Brasil com ênfase nas religiões de matriz africana o Candomblé. É Yakekerê (mãe pequena, segunda sacerdotisa do terreiro) no Ilê Axé Oyá L´adê Inan, da cidade de Alagoinhas, na Bahia. Graduada em Direção Teatral pela UFBA, é mestre em Artes Cênicas e doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da mesma instituição. É diretora fundadora do Núcleo Afro brasileiro de Teatro de Alagoinhas - NATA, fundado em 1998.

 

Altemar Di Monteiro é encenador, dramaturgo, diretor fundador do Nóis de Teatro, atuante há 18 anos na periferia de Fortaleza. É mestre em Artes pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutorando em Artes da Cena pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pesquisa o Teatro de Rua Contemporâneo a partir das relações entre corpo e cidade em seus atravessamentos periféricos e raciais.

 

A bailarina, coreógrafa e performer Luzia Amélia, do Piauí, é doutoranda em Dança pela UFBA. Propõe investigações em dança partindo das relações entre a pesquisa artística e acadêmica no âmbito das questões de raça, gênero e classe, construindo um campo de experiência que convergem em configurações de dança contemporânea implicadas na contemporaneidade.

 

A artista interdisciplinar Tieta Macau, do Maranhão, é licenciada em Teatro pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), cursa bacharelado em Dança e mestrado em História Social na UFC, e atua na relação constante entre memória, ancestralidade, rastro, ilha e continente. É uma das criadoras do Coletivo DiBando, que atua em colaboração com vários artistas e grupos entre o Maranhão e o Ceará. Foi aprovada no Laboratório de Criação do Porto Iracema das Artes com o projeto Lança de Cabocla.

 

OS MEDIADORES

 

O coordenador e mediador do webinário, Abimaelson Santos, é diretor e iluminador teatral, professor da UFMA. É mestre em Cultura e Sociedade e licenciado em Teatro pela mesma instituição. Faz doutorado no Programa de Pós-graduação em Artes da UNESP-SP. Pesquisa as relações estéticas e educativas entre performance, intervenção urbana e cidade na formação de professores. 

 
A mediadora Carolina Bernardo é graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), com mestrado em Educação pela mesma instituição e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com estágio doutoral sanduíche em Lisboa, Portugal, pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia. Atualmente é professora do magistério superior e coordenadora do curso de Humanidades da UNILAB. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de professores.

 

Rosalina Semedo de Andrade Tavares é doutora e mestre em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP) e graduada em Comunicação Social pela Universidade Gama Filho. É professora no Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNILAB, onde exerceu a função de Coordenadora do curso de Administração Pública a distância e atualmente é diretora do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas.

 

Arilson dos Santos Gomes é historiador, professor Adjunto da Universidade da UNILAB, doutor e mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, aperfeiçoado em Educação e Diversidade pela Universidade de Brasília (UnB). Arilson desenvolve e orienta pesquisas sobre renovação da histórica política, organizações negras, protagonismo político, movimentos sociais, identidades negras, africanidades, patrimônio e educação das relações étnico-raciais.

 

SERVIÇO

27º FNT – Webinário de Artistas Pesquisadores - Estéticas, Discursos e Políticas Negras nas Artes Cênicas – 2ª Estação do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga: virtual nos dias 26 e 27 de outubro de 2020. Inscrições gratuitas no site do festival. Informações: (85)3321-1405, e-mail: fnt@agua.art.br. Site: https://agua.art.br/fnt/. Facebook e Instagram: fntguaramiranga. Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC5yKy7M8U7509TGsM7o9VUA.

 

PROGRAMAÇÃO DO WEBINÁRIO

 

Dia 26|10 (SEGUNDA)

 

14h - POLÍTICAS E POÉTICAS NEGRAS: FORMAÇÃO E REPRESENTATIVIDADE NAS ARTES CÊNICAS.

Profª Drª Alexandra Dumas (UFBA)

Prof. Ricardo Nascimento. Coordenador de Arte e Cultura (UNILAB)

Mediador: Prof. Abimaelson Santos (UFMA)

 

16h - CORPOS, DISCURSOS E ESTÉTICAS NEGRAS EM CENA

Fernanda Julia Onisajé (BAHIA)

Altemar Di Monteiro (CEARÁ)

Mediadores: Prof. Abimaelson Santos (UFMA) e Profª. Carolina Bernardo (UNILAB)

 

Dia 27|10 (TERÇA)

15h - DANÇA, ANCESTRALIDADES E ESTÉTICAS NEGRAS

Luzia Amélia (PIAUÍ)

Tieta Macau (MARANHÃO)

Mediadores: Prof. Abimaelson Santos (UFMA), Profª. Rosalina Semedo de Andrade Tavares (UNILAB) e Arilson dos Santos Gomes (UNILAB)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas