Pular para o conteúdo principal

Mídia cearense-Atuação do assessor no mercado foi destaque no encerramento do IV Semascom

 

Todos os painéis do evento estão disponíveis no canal do curso de Jornalismo da UFC no YouTube


Fortaleza, outubro de 2020 - Dando continuidade ao IV Seminário de Assessoria de Comunicação (IV Semascom), o quarto e último encontro, que ocorreu nesta quinta-feira (22), trouxe como convidados o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce), Rafael Mesquita, e o coordenador da Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Ceará, Reginaldo Aguiar, para debater sobre o tema “O Mundo do Trabalho do Assessor de Comunicação". O seminário ocorreu entre os dias 19 a 22, de maneira virtual, e foi promovido por alunos e professores do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). 


Em homenagem ao último dia do evento, que trouxe profissionais experientes para falar sobre a gestão de comunicação em diversos cenários de crise, a professora do Curso de Jornalismo e membro da organização do encontro virtual, Eugênia Cabral, fez a fala de encerramento do seminário. Ela abordou a importância de se debater sobre as temáticas do IV Semascom, principalmente para alunos que estão se preparando para o mercado. “A gente passa o semestre falando sobre conceitos, teorias e cases, e quando a gente encerra ele com esses profissionais do mercado que vem dividir com os alunos com tanta generosidade, casa com o nosso conhecimento”, reforçou. 


Eugênia também aproveitou o momento para agradecer a presença de todos os profissionais que palestraram no evento, aos alunos que organizaram e a todos os telespectadores presentes no canal. Sobre o número de estudantes cada vez mais presentes na disciplina de Assessoria de Comunicação, a professora ressalta que isso “prova como o estudante de jornalismo está disposto a pensar e a experimentar na área de Comunicação Corporativa”.


Palestra


Primeiro convidado a falar, Rafael Mesquita destacou a luta dos profissionais de Assessoria de Imprensa pelo reconhecimento e pela regulamentação do seu trabalho como uma função oficial do profissional do Jornalismo e passou uma informação exclusiva para os presentes no evento. “A FENAJ acabou de apresentar uma proposta de inclusão da Assessoria de Imprensa entre as funções oficiais do jornalista no decreto-lei que regulamenta a profissão”. Ele afirma que o trabalho do assessor reúne funções diversas do campo jornalístico, tornando necessário que os profissionais de ambas as áreas tenham os mesmos direitos. O presidente do Sindjorce também falou sobre a precarização e a desvalorização do trabalho dos profissionais de comunicação, seja atuando como jornalistas ou como assessores e um aumento na demanda desses profissionais para que “tenham um salário digno, um trabalho decente e carga horária adequada”. Ainda sobre o assunto, ele destacou existir um silenciamento das problemáticas de trabalho desses profissionais e a importância de estarem atualizados sobre os seus direitos e denunciarem os abusos e as precarizações do trabalho. 


Rafael também abordou a construção do jornalista em torno do campo da assessoria, o aumento na busca por uma maior qualificação desses profissionais e a necessidade de profissionais com multifunções, além de destacar a presença dos assessores nas redes sociais, levando seu trabalho para esse meio. Por fim, o convidado ressaltou o relacionamento entre assessor e jornalista em um universo de precarização da profissão. “Tem que haver respeito entre o trabalhador do jornalismo que hoje está no veículo de comunicação e o trabalhador que está na assessoria de imprensa. Esse mercado é muito pequeno e muito cíclico. [...] Não existiria jornalismo se não existisse assessoria de comunicação contemporaneamente para alimentar os veículos de comunicação”.


Após a fala de Rafael, foi a vez do coordenador de assessoria do MPCE, Reginaldo Aguiar, comentar sobre a temática e a sua experiência na comunicação pública. Ele ressaltou a importância, pegando o seu caso, de trabalhar em assessoria entendendo a lógica da rotina jornalística ajuda “na boa construção  do relacionamento entre assessor e jornalista”. Também destacou a importância da comunicação em diversas áreas para a sociedade, mostrando que a atuação desses profissionais é necessária e precisa ter um lugar estratégico nas instituições, principalmente no serviço público, pois “o jornalista é o ator principal no serviço de transparência do serviço público”. 


Sobre o atual período de pandemia, Reginaldo falou sobre o aumento nas demandas na comunicação pública. “Nós tivemos toda uma preocupação de criar uma estrutura de manutenção mesmo em home office [...] Do dia 12 de março até o dia de hoje, 22 de outubro, a Assessoria de Comunicação do MPCE produziu 1075 releases”. Não só na comunicação pública, o distanciamento social e a precarização do trabalho do jornalista aumentou a demanda para os profissionais de comunicação que estão fora da mídia. Segundo o assessor, as múltiplas funções dos jornalistas nas redações levam algumas organizações a “abastecer, com grande volume e diversidade de conteúdos na imprensa, porque temos redações cada vez menores e profissionais que precisam cobrir muitas pautas durante o dia, muitas vezes trabalhando sozinhos”.


Por fim, Reginaldo falou sobre as inscrições para o Prêmio MPCE de Jornalismo 2020 no site da organização e destacou a importância de manter a parceria com a imprensa. “É por meio dela (imprensa) que as notícias chegam mais rápido a mais pessoas. Então a parceria da assessoria com a imprensa é e vai continuar sendo importante por muito tempo”.


Na rodada de perguntas os convidados abordaram o papel do assessor no mundo atual e a exploração desse trabalho. Também responderam sobre o fato do campo da assessoria permear áreas do jornalismo, da publicidade e das relações públicas, e como essas áreas estão presentes no trabalho da comunicação. Além disso, também falaram sobre os problemas éticos da profissão e sobre um perfil ideal de profissional, destacando ambos os convidados a necessidade da transparência, da multifunção no trabalho e da união entre os profissionais.


Debates

Nos quatro dias do evento estiveram presentes no seminário jornalistas e assessores de diversas áreas de atuação da comunicação. As temáticas do evento foram: “Comunicação e Crise na Saúde” (19), "Eleições e Situação de Crise” (20), “Redes sociais e Gestão de Crises” (21) e “O mundo do trabalho do Assessor de Comunicação” (22). Todos os encontros estão disponíveis no canal do curso de jornalismo  da UFC no youtube https://www.youtube.com/CursodeJornalismoUFC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas