Pular para o conteúdo principal

Ação do MPCE requer liminar para Cagece regularizar abastecimento de água em Cariré, sob pena de multa diária de R$ 10 mil

 O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Cariré, propôs judicialmente nessa terça-feira (26/01) Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência, para que a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) restabeleça o abastecimento de água no município e seja responsabilizada, juntamente com a Prefeitura, por danos causados à população. O MPCE requer liminarmente uma série de medidas direcionadas à concessionária, como bloqueio de contas, fixação de multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento de ordem judicial e condenação a pagamento de R$ 500 mil por danos morais coletivos causados à população. 

A finalidade da ação impetrada pela promotora de Justiça Christiane Valéria Carneiro de Oliveira é garantir a prestação do serviço com oferta e qualidade da água adequadas para consumo humano, bem como estabelecer melhorias no serviço de esgotamento sanitário. Conforme o MPCE, há denúncias de doenças e prejuízos materiais ocasionados pela má prestação dos dois serviços na cidade, prejudicando residências, comércios, órgãos públicos, escolas e unidades de saúde. 

Desse modo, o Ministério Público pede a condenação do Município de Cariré, de forma solidária, e da CAGECE no sentido de obrigar a companhia a garantir o fornecimento contínuo e eficiente de água potável e tratada, durante as 24 horas do dia, para toda a população; e a executar obras de infraestrutura necessárias para a captação e reserva de água, especialmente nos momentos de estiagem. Para esses pedidos, o MPCE requer, em caso de desobediência à ordem judicial, bloqueio nas contas bancárias dos requeridos do valor necessário para se cumprir a medida judicial, além da fixação de multa diária de R$ 10 mil.  

A ação também requer que a CAGECE seja condenada por danos morais coletivos, com valor não inferior a R$ 500 mil, por descumprir obrigações assumidas no contrato de concessão. Pela ação, a empresa deve pagar a consumidores que, nos últimos três anos, foram lesados pela instabilidade ou interrupção no serviço; faturar contas com base no consumo real; divulgar através de carros de som por toda a cidade situações de manutenção ou paralisação da rede; apresentar, a cada 15 dias, laudos físico-químicos e bacteriológicos da água distribuída no município; e elaborar, em 60 dias ou em outro prazo definido em juízo, um diagnóstico da situação hídrica local.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar.