Pular para o conteúdo principal

Nonato Luiz e Gilson Peranzzetta entre as atrações do primeiro dia do 22º Festival Jazz & Blues online A edição virtual do Jazz & Blues acontece de 13 a 15 de fevereiro (sábado a segunda-feira de Carnaval) no canal do festival no YouTube Mantendo a tradição de acontecer no período momino, o Festival Jazz & Blues realiza a sua primeira edição online, com exibições de shows inéditos de artistas renomados dentro e fora do Brasil. A programação acontece no canal do festival no Youtube de 13 (sábado) a 15 (segunda-feira), sempre a partir das 20 horas, com shows diferentes a cada dia. Adelson Viana e Nonato Luiz abrem a programação neste sábado, apresentando temas que renderam aos dois amigos o belíssimo disco "Dobrado", além de novas composições e recriações de clássicos brasileiros. O público do festival no YouTube será presenteado em um encontro de saberes, vivências, entre duas grandes escolas musicais. Adelson Viana, o "maestro", músico imenso, ser humano maior ainda, propõe temas de inspiração e alumbramento. Acordeonista, pianista, arranjador, compositor, produtor musical, Adelson ladeia sua sanfona ao violão de Nonato Luiz, concertista de renome, habituado às temporadas em salas europeias, mas sempre profundamente brasileiro - e, ainda mais, cearense - em sua vasta discografia, contribuição à história, ao presente e ao futuro da linguagem do violão. Outra grande atração da noite é o pianista Gilson Peranzzetta, que assim como Adelson e Nonato também já esteve no palco físico do Jazz & Blues. Na edição online do festival apresenta o show “Viva Baden”, em duo com o violonista Marcel Powell. Gilson Peranzzetta e Marcel Powell em suas apresentações fazem solos, tocam juntos trocando funções e sensações, buscando novas dinâmicas, novas sonoridades. Ora a mão esquerda do piano busca os baixos e desenha a harmonia para que o violão evolua, ora o violão serve de apoio para os solos e desenhos do piano, proporcionando um espetáculo mágico. O guitarrista, violonista e produtor musical Lu D’Sosa encerra a programação do sábado com o show “Novo Tempo”, ao lado de Netinho de Sá no baixo, Neto Ferreira no piano, Thiago Rocha no sopro e Igor Ribeiro na bateria. Idealizado especialmente para esta edição do Jazz & Blues, o show foi concebido pelo artista em meio à reclusão resultante do isolamento social imposto pela pandemia. Sua criatividade se fez aflorada pelos sentimentos coletivos nesse contexto e mesmo pela perda de amigos e até de grandes nomes da música mundial e brasileira. Fazem parte do repertório composições de algumas personalidades que nos deixaram, autores de obras eternas, como Moraes Moreira, Paulinho (do grupo Roupa Nova), Aldir Blanc e Eddie Van Halen. DOMINGO No domingo, dia 14, a partir das 20h, o festival continua com o show de blues "Good Days Have Come - 10 Anos", do guitarrista e cantor Felipe Cazaux, um dos nomes mais aplaudidos da movimentada cena blues cearense, com projetos de dimensão nacional. Na sequência, a cantora Paula Morelenbaum e Jaques Morelenbaum, violoncelista que já esteve nos palcos do festival em outras formações. Eles unem voz e cello ao violão de Lucas Nunes, da banda Dônica. Juntos, apresentam músicas do repertório de cada um, incluindo releituras de Tom, Caetano e Donato. SEGUNDA-FEIRA Três shows inéditos marcam o último dia do festival. Na segunda-feira, 15, o público vai conferir o show "Só Baião", de jovens instrumentistas de Guaramiranga que já têm um atuante e reconhecido trabalho musical no estado. É o Trio Guará formado por Denny Almeida (violão), William Madeiro (rabeca, violão de aço, contrabaixo) e Juan Madeiro (acordeom), que neste show têm a parceria de Rafael Teixeira (bateria). O show se destaca por um passeio pela improvisação, com os violões afinados em ré, em uma viagem musical que vai de Luiz Gonzaga a Ravel, relembrando vivências da temporada do trio na França e fazendo alusão a obras de vários compositores. Uma das vozes mais representativas da Bossa-Nova, a cantora e violonista Wanda Sá une-se ao guitarrista e violonista Nelson Faria no show “Bossa Sempre Nova”, que apresentam na noite de encerramernto da edição online do 22º Festival Jazz & Blues. Com 55 anos de carreira, Wanda Sá notabilizou-se por discos como seu LP de estreia, "Vagamente", tornando um clássico a faixa-título, composta por Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli. Fechando a programação, Metallo Trio, formado por Ricardo Abreu (trompete), Thiago Rocha (saxofone) e Rômulo Santiago (trombone), apresenta o show “Essencial”, preparado especialmente para o Jazz & Blues. Representantes da excelência de Fortaleza quanto aos trios de metais, os artistas vêm dando grandes contribuições ao cenário do jazz, seja se apresentando com grandes nomes sua geração e de anteriores, seja com nomes de uma nova e efervescente cena, que se afirmou nos últimos anos. Neste show contam com mestre Tito Freitas ao piano, Pedro Façanha no contrabaixo acústico e André Benedecti na bateria. Após o Carnaval, quando foi permitido e seguro para público, moradores de Guaramiranga e todos os envolvidos no Festival Jazz & Blues, será realizada a programação presencial no formato tradicional, com estrutura montada. O 22º Festival Jazz & Blues é uma realização do Ministério do Turismo do Governo Federal, através da Secretaria Especial da Cultura, e da Via de Comunicação e Cultura, com o apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult/CE). Agradecimento: Enel. Patrocínio: Banco do Nordeste. Apoio: Prefeitura Municipal de Guaramiranga, Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor) e Teatro São José. Apoio cultural: Mercadinhos São Luiz e Gonçalo Calçados. SERVIÇO Festival Jazz & Blues 2021 - De 13 a 15 de fevereiro, às 20h – Shows no canal do festival no YouTube: https://www.youtube.com/user/jazzebluesce. Site: www.jazzeblues.com.br PROGRAMAÇÃO Dia 13 Adelson Viana e Nonato Luiz / Gilson Peranzzetta e Marcel Powell / Lu D’Sosa Dia 14 Felipe Cazaux / Paula e Jaques Morelenbaum Dia 15 Trio Guará + Rafael Teixeira / Wanda Sá e Nelson Farias / Metallo Trio

 Nonato Luiz e Gilson Peranzzetta entre as atrações do primeiro dia do 22º Festival Jazz & Blues online

 

A edição virtual do Jazz & Blues acontece de 13 a 15 de fevereiro (sábado a segunda-feira de Carnaval) no canal do festival no YouTube

 

Mantendo a tradição de acontecer no período momino, o Festival Jazz & Blues realiza a sua primeira edição online, com exibições de shows inéditos de artistas renomados dentro e fora do Brasil. A programação acontece no canal do festival no Youtube de 13 (sábado) a 15 (segunda-feira), sempre a partir das 20 horas, com shows diferentes a cada dia.

 

Adelson Viana e Nonato Luiz abrem a programação neste sábado, apresentando temas que renderam aos dois amigos o belíssimo disco "Dobrado", além de novas composições e recriações de clássicos brasileiros. O público do festival no YouTube será presenteado em um encontro de saberes, vivências, entre duas grandes escolas musicais. Adelson Viana, o "maestro", músico imenso, ser humano maior ainda, propõe temas de inspiração e alumbramento. Acordeonista, pianista, arranjador, compositor, produtor musical, Adelson ladeia sua sanfona ao violão de Nonato Luiz, concertista de renome, habituado às temporadas em salas europeias, mas sempre profundamente brasileiro - e, ainda mais, cearense - em sua vasta discografia, contribuição à história, ao presente e ao futuro da linguagem do violão.

 

Outra grande atração da noite é o pianista Gilson Peranzzetta, que assim como Adelson e Nonato também já esteve no palco físico do Jazz & Blues. Na edição online do festival apresenta o show “Viva Baden”, em duo com o violonista Marcel Powell. Gilson Peranzzetta e Marcel Powell em suas apresentações fazem solos, tocam juntos trocando funções e sensações, buscando novas dinâmicas, novas sonoridades. Ora a mão esquerda do piano busca os baixos e desenha a harmonia para que o violão evolua, ora o violão serve de apoio para os solos e desenhos do piano, proporcionando um espetáculo mágico.

 

guitarrista, violonista e produtor musical Lu D’Sosa encerra a programação do sábado com o show “Novo Tempo”, ao lado de Netinho de Sá no baixo, Neto Ferreira no piano, Thiago Rocha no sopro e Igor Ribeiro na bateria. Idealizado especialmente para esta edição do Jazz & Blues, o show foi concebido pelo artista em meio à reclusão resultante do isolamento social imposto pela pandemia. Sua criatividade se fez aflorada pelos sentimentos coletivos nesse contexto e mesmo pela perda de amigos e até de grandes nomes da música mundial e brasileira. Fazem parte do repertório composições de algumas personalidades que nos deixaram, autores de obras eternas, como Moraes Moreira, Paulinho (do grupo Roupa Nova), Aldir Blanc e Eddie Van Halen.

 

DOMINGO

 

No domingo, dia 14, a partir das 20h, o festival continua com o show de blues "Good Days Have Come - 10 Anos", do guitarrista e cantor Felipe Cazaux, um dos nomes mais aplaudidos da movimentada cena blues cearense, com projetos de dimensão nacional. Na sequência, a cantora Paula Morelenbaum e Jaques Morelenbaum, violoncelista que já esteve nos palcos do festival em outras formações. Eles unem voz e cello ao violão de Lucas Nunes, da banda Dônica. Juntos, apresentam músicas do repertório de cada um, incluindo releituras de Tom, Caetano e Donato.

 

SEGUNDA-FEIRA

 

Três shows inéditos marcam o último dia do festival. Na segunda-feira, 15, o público vai conferir o show "Só Baião", de jovens instrumentistas de Guaramiranga que já têm um atuante e reconhecido trabalho musical no estado. É o Trio Guará formado por Denny Almeida (violão), William Madeiro (rabeca, violão de aço, contrabaixo) e Juan Madeiro (acordeom), que neste show têm a parceria de Rafael Teixeira (bateria). O show se destaca por um passeio pela improvisação, com os violões afinados em ré, em uma viagem musical que vai de Luiz Gonzaga a Ravel, relembrando vivências da temporada do trio na França e fazendo alusão a obras de vários compositores.

 

Uma das vozes mais representativas da Bossa-Nova, a cantora e violonista Wanda Sá une-se ao guitarrista e violonista Nelson Faria no show “Bossa Sempre Nova”, que apresentam na noite de encerramernto da edição online do 22º Festival Jazz & Blues. Com 55 anos de carreira, Wanda Sá notabilizou-se por discos como seu LP de estreia, "Vagamente", tornando um clássico a faixa-título, composta por Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli.

 

Fechando a programação, Metallo Trio, formado por Ricardo Abreu (trompete), Thiago Rocha (saxofone) e Rômulo Santiago (trombone), apresenta o show “Essencial”, preparado especialmente para o Jazz & Blues. Representantes da excelência de Fortaleza quanto aos trios de metais, os artistas vêm dando grandes contribuições ao cenário do jazz, seja se apresentando com grandes nomes sua geração e de anteriores, seja com nomes de uma nova e efervescente cena, que se afirmou nos últimos anos. Neste show contam com mestre Tito Freitas ao piano, Pedro Façanha no contrabaixo acústico e André Benedecti na bateria.

 

Após o Carnaval, quando foi permitido e seguro para público, moradores de Guaramiranga e todos os envolvidos no Festival Jazz & Blues, será realizada a programação presencial no formato tradicional, com estrutura montada.

 

O 22º Festival Jazz & Blues é uma realização do Ministério do Turismo do Governo Federal, através da Secretaria Especial da Cultura, e da Via de Comunicação e Cultura, com o apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult/CE). Agradecimento: Enel. Patrocínio: Banco do Nordeste. Apoio: Prefeitura Municipal de Guaramiranga, Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor) e Teatro São José. Apoio cultural: Mercadinhos São Luiz e Gonçalo Calçados.

 

SERVIÇO

Festival Jazz & Blues 2021 - De 13 a 15 de fevereiro, às 20h – Shows no canal do festival no YouTube: https://www.youtube.com/user/jazzebluesceSite: www.jazzeblues.com.br

 

PROGRAMAÇÃO

Dia 13

Adelson Viana e Nonato Luiz / Gilson Peranzzetta e Marcel Powell / Lu D’Sosa

Dia 14

Felipe Cazaux / Paula e Jaques Morelenbaum

Dia 15

Trio Guará + Rafael Teixeira / Wanda Sá e Nelson Farias / Metallo Trio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar.