Pular para o conteúdo principal

Vítimas de tragédias esperam cobranças ao Brasil após audiência na OEA Episódios geraram mais de 500 mortos e centenas de desabrigados

  O pedido para que o Brasil seja cobrado a apresentar respostas no âmbito judicial e legislativo deu o tom das intervenções das vítimas de tragédias que participaram da audiência realizada na sexta-feira (12) pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA). Na ocasião,   estiveram em pauta cinco episódios : os rompimentos das barragens em Mariana (MG) e em Brumadinho (MG), os incêndios da Boate Kiss e o Ninho do Urubu e o afundamento de bairros em Maceió. Essas tragédias, que juntas geraram mais de 500 mortes e deixaram centenas de feridos e desabrigados, são decorrentes da exploração de atividades econômicas privadas e, até o momento, não resultaram em nenhuma responsabilização na esfera criminal. O assunto foi discutido no 190º Período de Sessões, que teve início no dia 8 de julho e se encerra na próxima sexta-feira (19). Nessa fase, a CIDH realiza ao todo 34 audiências públicas. O propósito é receber informações sobre a

Boa notícia e gratuita - ESPETÁCULO ÎANDÈ TEKOHA DENUNCIA ETNOCÍDIO DOS POVOS ORIGINÁRIOS E PEDE DEMARCAÇÃO DE SUAS TERRAS

 





A exibição da peça, nesta quarta-feira (24), faz parte de uma mostra de espetáculos que celebra a trajetória da diretora cearense Herê Aquino

Iande Tekoha (foto Luiz Alves).JPG

Cena do espetáculo Îandè Tekoha (Foto Luiz Alves)

O Grupo Expressões Humanas apresenta nesta quarta-feira (24), às 19h, seu espetáculo Îandè Tekoha, obra cênica que denuncia o etnocídio dos povos originários e pede demarcação de suas terras. A sessão virtual gratuita acontece no canal da companhia no YouTube e faz parte da mostra de trabalhos artísticos que celebra a trajetória de Herê Aquino dentro do projeto #HereAquinoMundo. A programação segue até o final de abril, além das exibições de peças e da estreia de dois trabalhos, vai haver lançamento de livro, exposição fotográfica, documentário em vídeo e rodas de conversa sobre importantes bastidores de processos criativos conduzidos pela artista.

Îandè Tekoha estreou em 2018, fruto de pesquisa documental sobre a questão indígena no Brasil e do encontro do Grupo Expressões Humanas com povos indígenas, pesquisadores e ativistas da causa, no Ceará. “A peça aborda o tema pelo viés do teatro documental, teatro gestual e teatro performativo”, explica Herê Aquino. Ela destaca que os mergulhos estéticos citados serviram de base para o aprofundamento do teatro ritualístico, fonte da pesquisa teatral do trabalho da companhia. A diretora frisa que “em tempos de desordem e violação dos direitos humanos se faz mais que necessário, à arte, reafirmar sua atuação na vida”. Ela lembra que os povos originários brasileiros, cerca de 1 milhão, estão distribuídos em mais de 250 etnias distintas, vivem em apenas 13,8% do território nacional e enfrentam atualmente, talvez, os mais graves riscos desde a Constituição de 1988 pelo contexto político vem acentuando as ameaças e a proteção de direitos.

#HerêAquinoMundo


A trajetória da diretora Herê Aquino é marcada por forte poética artística e política que se expressa tanto em sua estética quanto em sua firme convicção na potência do teatro de grupo. É assim que ela tem caminhado ao longo das décadas dedicadas a este ofício. O objeto do projeto #HerêAquinoMundo é trabalho realizado pela diretora junto ao Grupo Expressões Humanas, à Cia Prisma e à Cia Bravia, com quem a artista vem desenvolvendo montagens e assinando recentes encenações. “A ideia que nos move nesse”, explica Herê, “é a importância do registro e do compartilhamento desses processos criativos”. A diretora sublinha como a obra teatral é efêmera e mais ainda o são os processos criativos que geram essas obras, por isso é tão importante e necessário o registro dessas memórias.

Ao longo de março, nas quartas-feiras seguintes, o público vai poder conferir, em ambiente virtual, uma mostra de espetáculos com direção de Herê Aquino. Estreou no dia 17, com o infantil, “Putz, a menina que buscava o sol” (Cia Prisma); no dia 24, às 19h, vão exibir “Îandé Tekoha” (Expressões Humanas) e no dia 31, às 19h, “O ano que não acabou” (Expressões Humanas). Estão previstas para o final de abril as estreias de dois novos trabalhos da diretora cearense, “Des-Amor-Daçar” (Cia Prisma de Artes) e “Das que Ousaram Desobedecer” (Cia Bravia).


Publicação

O livro ‘Diário de Bordo, um estudo sobre processos teatrais’ é parte importante do resultado deste projeto. A obra traz textos de artistas com quem Herê dividiu sala de ensaio em suas montagens recentes. Marina Brito, Rogério Mesquita, Lara Leôncio, Klebson Alberto, Wallace Rios, Marina Brizeno e Liliana Brizeno refletem sobre os processos coletivos conduzidos pela diretora e os seus desafios em meio a esse furor criativo para além da tipologia da cena. O Projeto #HerêAquinoMundo é apoiado pela Secretaria Estadual da Cultura, através do Fundo Estadual de Cultura, com recursos provenientes da Lei Federal nº 14.017 de 29 de junho de 2020.


// SERVIÇO

Projeto #HereAquinoMundo apresenta Îandè Tekoha
Mostra de espetáculos dirigidos por Herê Aquino


Quarta-feira (24), 19h
Gratuito
www.youtube.com/expressoeshumanas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

CONVOCAÇÃO:

  A SOSERVI - Sociedade de Serviços Gerais Ltda, CNPJ 09.863.853/0010-12, Convoca o funcionário JONAS GADELHA FERNANDES , para comparecer à sede da empresa para resolver assunto de seu interesse. Prazo de 72hs. Endereço: Rua: Dr. Jose Lourenço  – 2530 – Joaquim  Távora

Nota de pesar

  A PRT-7 manifesta o mais profundo pesar pela morte dos servidores aposentados José Maciel da Silva e José Siqueira de Amorim. José Maciel da Silva faleceu em 22 de janeiro. Sua última lotação foi no Setor de Arquivo desta Procuradoria Regional do Trabalho. O servidor José Siqueira Amorim faleceu em 28 de fevereiro e encerrou a carreira na Secretaria da Coordenadoria de 2º Grau. Ao tempo em que se solidariza com os familiares e amigos, a PRT-7 reconhece a valorosa contribuição de ambos enquanto atuaram nesta instituição.