Pular para o conteúdo principal

DANÇA: Armando Menicacci traz a teleperformance para a 7ª Bienal De Par Em Par

 

Resultado do Atelier de Formação da Bienal, a teleperformance “Imediações” será apresentada nesta terça e quarta, dias 9 e 10, às 21 horas no canal da Bienal no YouTube. O evento acontece até domingo (14 de março). 

Uma ação artística, que nasce do encontro das linguagens das artes cênicas com as linguagens das imagens em movimento, hibridizando-as, introduzindo dois objetos distintos, um ao vivo e outro gravado. Assim pode ser definida a teleperformance, linguagem que o pesquisador e artista italiano Armando Menicacci trabalhou no Atelier de Formação da 7ª Bienal Internacional de Dança do Ceará / De Par Em Par. A atividade resultou em “Imediações” trabalho que será apresentado nesta terça e quarta-feira, dias 9 e 10, às 21 horas, no canal da bienal no YouTube.

Além das apresentações de teleperformance, a  7ª De Par Em Par segue até domingo, dia 14, com programação gratuita, online, no YouTube. Diariamente, às 15h, acontece o Seminário TEPe, um projeto de diálogo de cooperação entre pesquisadores brasileiros e portugueses. Das 18h às 21h, a mostra Redes Confluentes reúne sete mostras de videodança agregando artistas de todos os continentes. 

Essa programação, que acontece até o dia 14 é o primeiro momento desta edição da 7ª Bienal De Par Em Par. As apresentações que seriam transmitidas ao vivo, em realidade virtual nesse mesmo período foram adiadas devido ao lockdown e serão realizadas posteriormente, em data a confirmar. 

TELEPERFORMANCE 

O atelier de formação “Presença à Distância”, acerca da teleperformance e live streaming, foi realizado de 22 de fevereiro a 05 de março de forma online, com Armando Menicacci em Montreal, no Canadá, e os alunos no Ceará e em estados como Bahia, Goiás, São Paulo e Santa Catarina. Em Montreal, onde mora, Menicacci é membro do grupo estratégico canadense Hexagram. Suas criações foram expostas na França, Itália, Espanha, República Tcheca e seus projetos expográficos são desenvolvidos na Europa, África, América do Norte e América do Sul. 

Na Bienal De Par Em Par, Armando Menicacci ensinou a utilizar softwares licenciados que trouxe gratuitamente para os alunos, para programar imagem criando um streaming ao vivo e, como resultado, os participantes prepararam a performance “Imediações”. Sobre o título, ele explica: “Dentro da palavra tem ‘imediato’, de ‘midia’ e temos novas mídias dentro das ações, mas também ‘imediações’ como proximidade, ao redor, como o que está perto. Porque teleperformance é telepresença em geral, e teleperformance em particular é uma forma intermediária entre a presença e a ausência. Como falou Jean-Louis Weissberg em seu livro “Présences à distance.Déplacement virtuel et réseaux numériques” (Presença à distância. Deslocamentos virtuais nas redes digitais). As modalidades da presença em distância redefinem os modos culturais do encontro”. 

Menicacci destaca também a importância da teleperformance em manter os artistas em atividade. “O que é interessante da teleperformance é primeiro a sua capacidade de deixar que os artistas possam continuar a criar, apesar dos teatros fechados, apesar da cultura ter tido uma grande dificuldade no mundo inteiro, então, para os artistas continuarem a criar, a interpretar, para também providenciar a eles uma fonte alternativa de renda. Para conservar o capital cultural dos artistas, que está se perdendo”, continuaMenicacci cita o exemplo de Quebec, no Canadá, onde 52% dos bailarinos querem parar. 

BIENAL SEGUE ATÉ DOMINGO COM SEMINÁRIO E VIDEODANÇA 

“Travessia” é o tema do Seminário TEPe na terça-feira, 09, às 15hUma voz pronuncia “Breath!”, repetidamente, enquanto lentamente se afoga. A peça faz referência ao protesto "I can’t breath!" de George Floyd, ao tráfico esclavagista (escravagista) Atlântico, aos refugiados que tentam entrar na Europa e morrem no Mediterrâneo ou em detrimento da violência policial. À peça sonora responde um eco visual em que performers escrevem com água nomes na areia e na terra (de pessoas escravizadas, migrantes e refugiados, pessoas negras mortas pela polícia). A autoria é de Thaís Gonçalves, Ana Mundim, Rui Filipe Antunes, Júnior Meireles e Ivana Motta. Nas Redes Confluentes, às 18h, serão exibidos trabalhos de videodança da Mostra REDIV - Rede Ibero-americana de Videodança e Mostra do Centro Coreográfico do Rio de Janeiro CCORJ.

Na quarta-feira, 10às 15h o Seminário TEPe apresenta “1997|2004 Dança em Lisboa”, de Pedro Nuñez. Serão 30 minutos de apresentação e 30 minutos de conversa com o público, com moderação de Daniel Tércio, da ULisboa - Universidade de Lisboa, que é um dos coordenadores do seminário. Às 18h, na mostra Redes Confluentes, entram em exibição a Mostra Solar / Casa Hoffmann (PR) e Mostra Universitária Ibero-americana de Videodança: Midiadança/Cursos de Dança da UFC (CE). 

Reconhecida internacionalmente como um dos grandes eventos de dança realizados no Brasil, a Bienal Internacional de Dança do Ceará, que teve sua primeira edição há 24 anos, em outubro de 1997, realiza desde 2008 a Bienal De Par Em Par, um desdobramento da consolidada edição dos anos ímpares. A 7ª edição da Bienal De Par Em Par, que seria em outubro de 2020, acontece excepcionalmente em um ano par, de 05 a 14 de março de 2021, com programação 100% online. 

A VII Bienal de Dança / De Par Em Par é apresentada pelo Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), Lei Estadual Nº 13.811 – Mecenato Estadual. Agradecimento: Enel. Apoio: Lei Aldir Blanc (Governo do Estado do Ceará/ Secult-CE, Prefeitura Municipal de Fortaleza/Secultfor, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal), Consulado Geral da França para o Nordeste. Parceria: Quitanda Soluções Criativas e Fiocruz Ceará. Apoio institucional: Theatro José de Alencar, Porto Dragão e Porto Iracema das Artes. Realização: Indústria da Dança e Proarte. 

SERVIÇO

VII Bienal Internacional de Dança do Ceará / De Par Em Par - De 05 a 14 de março de 2021 no canal do evento no Youtube. Informações: bienal@bienaldedanca.com. Site: www.bienaldedanca.com. Toda a programação é gratuita.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Dia 09/03 (terça)

15h - Seminário TEPe - Travessia

18h - Redes Confluentes – REDIV Mostra do Centro Coreográfico do Rio de Janeiro CCORJ

21h – Atelier de Formação – Presença à Distância com Armando Menicacci (Itália) – Apresentação de performance de telepresença

 

Dia 10/03 (quarta)

15h - Seminário TEPe - 1997|2004 Dança em Lisboa

18h - Redes Confluentes – Mostra Solar / Casa Hoffmann (PR) e Mostra Universitária Ibero-americana de Videodança: Midiadança/Cursos de Dança da UFC (CE)

21h – Atelier de Formação – Presença à Distância com Armando Menicacci (Itália) – Apresentação de performance de telepresença

 

Dia 11/03 (quinta)

15h - Seminário TEPe - Pop-Up!

18h - Redes Confluentes – CCORJ

 

Dia 12/03 (sexta)

15h - Seminário TEPe - Infodemics

18h - Redes Confluentes – CCORJ, Solar e Mostra do Festival Internacional VideoDanzaBA (Buenos Aires/Argentina)

 

Dia 13/03 (sábado)

15h - Seminário TEPe - RESTO: no tempo, no silêncio, na escuta

18h - Redes Confluentes – Mostra Universitária e Mostra do Festival Internacional FiverTour (Espanha)

 

Dia 14/03 (domingo)

15h - Seminário TEPe - Dançar como árvore

18h - Redes Confluentes – REDIV, VideoDanzaBA, Fiver Tour e Solar

  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Avião bimotor cai em São Benedito na Serra da Ibiapaba. Bombeiros de Sobral estão indo para o local. Não se tem notícias de vítimas ainda.

Uma das vítimas: Piloto e segunda vítima :