Pular para o conteúdo principal

Decisão obtida pelo MPF determina medidas de transparência no processo de vacinação em Juazeiro do Norte (CE)

 Ministério Público Federal (MPF) conseguiu decisão judicial que obriga o município de Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, a disponibilizar, em site específico, lista com nome e grupo prioritário a que pertencem todas as pessoas já vacinadas contra a covid-19. O Município também terá de apresentar um plano municipal de vacinação adotando critérios objetivos para vacinação dos grupos prioritários, baseados no maior grau de exposição e no maior risco de vida.


A decisão judicial atende a ação ajuizada pelo procurador da República Rafael Rayol, após relatos de desrespeito à fila de prioridades estabelecida no Plano Nacional de Imunização no município de Juazeiro do Norte.

Com a decisão, a Prefeitura de Juazeiro terá de disponibilizar, diariamente, a lista de pessoas cadastradas para vacinação, em ordem decrescente de prioridade, além da lista de pessoas agendadas para vacinação, com data e horário do agendamento. Também deverá divulgar boletim diário com o número total de vacinas recebidas e o número de vacinas aplicadas, com envio das informações para a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

A Justiça Federal também obriga o Município de Juazeiro do Norte a incluir na prioridade do plano de vacinação contra a covid-19 apenas os profissionais de saúde que estejam na linha de frente ou que, não estando, tenham maior grau de exposição à doença por trabalharem na assistência à saúde dos pacientes em hospitais e unidades de saúde.

Além dos profissionais de saúde da linha de frente, o município deverá vacinar com prioridade os idosos entre 60 e 75 anos, em ordem decrescente de idade, iniciando-se pelos mais velhos, podendo ser vacinados concomitantemente os idosos acamados.

Número do processo para consulta:
0800378-50.2021.4.05.8102

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!