Pular para o conteúdo principal

MPCE recomenda que Município de Fortaleza adote providências para evitar falta de profissionais na rede de proteção social

  Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 77ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, recomendou, nesta terça-feira (15/06), que a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social tome as providências cabíveis para evitar a falta de profissionais que compõem os serviços de proteção social básica e especial da Capital. Essa rede engloba os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) e as Unidades de Acolhimento. A Recomendação foi expedida pelo MPCE considerando a proximidade de vencimento dos contratos por tempo determinado de funcionários que prestam serviço nesses equipamentos.

O promotor de Justiça Luciano Tonet, titular da 77ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, reforça que cerca de 80% dos funcionários técnicos de CRAS, CREAS e Unidades de Acolhimento da Capital possuem vínculo por tempo determinado. A última seleção pública ocorreu em 2018 e foi prorrogada por dois anos, nos termos da Lei Municipal nº 158/2013. Em virtude da pandemia houve nova prorrogação pelo período de um ano, de acordo com a Lei Complementar Municipal nº 290/2020. Entretanto, para os contratos que já estão na terceira prorrogação e serão finalizados em 31 de julho de 2021 não há mais possibilidade de renovação com a legislação atual ou mesmo previsão de nova seleção pública para ocupação das vagas.

“Nas vésperas de vencimento dos contratos de prestação de serviço das equipes técnicas de serviços socioassistenciais, os próprios servidores lutam para que não ocorra deficit de profissionais capacitados e consequente paralisação dos atendimentos e demais serviços aos beneficiários, uma vez que não houve manifestação ou providências por parte da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, responsável pelos referidos equipamentos. A hipótese de ausência desses profissionais prejudicará o correto funcionamento dos serviços de assistência social básica e especial do município de Fortaleza, o que, em um período de pandemia, seria ainda mais grave”, destaca Luciano Tonet.

O Município de Fortaleza tem prazo de 10 dias para enviar ao MPCE relatório com as providências adotadas ou com a justificativa para ausência delas. O não cumprimento da recomendação implica a efetivação das medidas judiciais cabíveis. Vale ressaltar que a quantidade insuficiente de profissionais e precariedade de vínculo em um serviço que exige continuidade e conhecimento específico para atuação é preocupação antiga do promotor de Justiça Luciano Tonet, o qual, no início de 2021, ajuizou Ação Civil Pública em face do Município de Fortaleza para a realização de concurso público na área técnica de serviços como CRAS e CREAS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!