Pular para o conteúdo principal

Programação LGBT+ encerra mês de junho na Vila da Música

 A diversidade na cena e nas redes por uma causa maior.

 

A Vila da Música Monsenhor Ágio Augusto Moreira, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará /SECULT/CE, gerida em parceria com o Instituto Dragão do Mar /IDM, realiza nos dias 28 e 30 de junho programação alusiva ao Dia Internacional do Orgulho LGBT+.

Em 2016 a Secretaria de Cultura do Estado através do Edital Cultura LGBT deu início a uma política cultural voltada para a promoção à memória e à visibilidade das manifestações culturais de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros. E desde então os equipamentos vinculados a Secult passaram a adotar esta cultura transversal inserindo em seus respectivos calendários de programação espaços para a construção de diálogos possíveis e a desconstrução de certos estereótipos e rompendo com preconceitos necessários para uma vida mais digna em sociedade.

 

Neste sentido a Vila da Música busca com a Mostra Diversidade em Cena e a live “Diversidade nas Redes: uma cultura para além dos gêneros” fomentar a urgente necessidade de se fortalecer o dialogo, o respeito, a integridade e a dignidade da comunidade LGBT+ sob a perspectiva das múltiplas linguagens da arte. Uma perspectiva onde os valores familiares, a formação, o trabalho e a saúde estejam interligados integralmente para a promoção de todes indistintamente.

 

 

Saiba mais:

O Dia Internacional do Orgulho Gay teve uma origem marcada pela intolerância e repressão policial. O ano era 1969 e a cidade, Nova Iorque. Um grupo de gays, lésbicas e transsexuais estava curtindo a noite no bar Stonewall Inn quando aconteceu uma batida policial no local.

Os policiais diziam que tinham que prender os clientes por “conduto imoral”, ação corriqueira em ambientes frequentados pela comunidade LGBTQI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, intersexuais e outros). Mas, diferente do que aconteceu em batidas policiais anteriores, naquela madrugada, os frequentadores do bar resolveram reagir.

Com o apoio de simpatizantes, fizeram uma mobilização junto com uma multidão para responder à perseguição policial contra a comunidade. O protesto durou mais duas noites, dando origem a várias outras mobilizações em favor dos direitos dos homossexuais em cidades americanas.

No ano seguinte, surgiu a primeira parada do orgulho LGBTI: o dia era 1º de julho de 1970.O movimento LGBTI ganhou forças em todo o mundo, somando a ele ainda outros grupos e se tornando o Dia do Orgulho LGBTQI+ para englobar todas as orientações sexuais e de gênero.

Fonte: https://all.accor.com/pt-br/brasil/magazine/one-hour-one-day-one-week/dia-internacional-do-orgulho-gay-2020-o-amor-sempre-em-foco-321e6.shtml

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

Dia 28/06

19hs

Mostra Diversidade em Cena

Voar, dir. César Teixeira

Aqueles Dois, dir. Emerson Maranhão

Iracema Mon Amour, dir. César Teixeira

Onde: Canal do YouTube da Vila da Música.

 

Dia 30/06

19hs

Diversidade nas Redes: uma cultura para além dos gêneros

Convidado: Daniel Peixoto

Mediação: Malan Amaro

 

Serviço: A diversidade na cena e nas redes por uma causa maior.

Dias: 28 e 30/06

Hora: 19hs

Onde: Canal do YouTube da Vila da Música e Instagram @ViladaMusica

 

MOSTRA DIVERSIDADE EM CENA

VOAR, direção César Teixeira

Duração: 13 min

Elenco: Amenhotep Rodrigues e Glauco Lucena

Sinopse: Madrugada, dois, um

 

IRACEMA MON AMOUR, direção César Teixeira

Duração: 17 min

Elenco: Natália Coehl, Sara Sintique, Yasmin Salvatrix, Rafael Nog e Ewan Teixeira.

Sinopse: Celeste redescobre o mar de Iracema.

 

AQUELES DOIS, direção Emerson Maranhão

Duração: 15 min

Elenco: Caio José e Kaio Lemos

Sinopse: Caio José tem 25 anos e é enfermeiro, Kaio Lemos tem 38 e é pesquisador acadêmico. O primeiro mora em Quixeramobim, uma pequena cidade no Sertão Central do Ceará. O segundo, na capital do Estado, Fortaleza. Eles têm boa formação intelectual, amigos, família e em nada se diferenciariam dos tantos rapazes que vivem realidades similares não fosse pelo fato de serem homens transgêneros

 

 

 

 

CURRICULUM PARTICIPANTES

 

ÉMERSON MARANHÃO

É jornalista e realizador audiovisual. Nasceu em Arapiraca, no agreste alagoano, e há 18 anos mora e atua no mercado cearense. É graduado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), e formado em Realização Audiovisual pelo Instituto Dragão do Mar de Arte e Indústria Audiovisual do Ceará.
Começou sua carreira jornalística ainda em Alagoas, onde passou pelos principais veículos de comunicação (“Gazeta de Alagoas”, “O Jornal”, e “Tribuna de Alagoas”).
Em 1998, mudou-se para Fortaleza, com o objetivo de ter uma formação técnica em Cinema no Instituto Dragão do Mar, considerado uma das melhores escolas do segmento na América do Sul. Neste mesmo ano, ingressou no jornal “O POVO”, como repórter do Vida & Arte, caderno de cultura publicado diariamente.
Ao longo destes 18 anos no Ceará, Émerson Maranhão desempenhou diversas funções e atividades tanto no jornalismo quanto na área audiovisual, tendo seu talento e competência reconhecidos em ambos.

 

CESAR TEIXEIRA

Formado em Jornalismo e atua na produção audiovisual desde 2007, um dos criadores da Mostra de Cinema de Iguatu. Produtor do Cine Ceará de 2008 até 2016, produziu diversas mostras e festivais: NOIA, FAROL, RETROEXPECTATIVA, ALUMBRAMENTO, etc.
Atuou como produtor de filmes de curtas e longas metragens.
É roteirista e produtor dos curtas: Voar e Iracema Mon Amour.

 

DANIEL PEIXOTO

Da abertura para shows de lendas como The Prodigy, Bjork e The Cardingans à trilha de novelas da TV Globo, Daniel é um daqueles poucos artistas completos, que mergulham fundo nas suas raízes sem nunca perder a essência e a paixão por seu trabalho. Elogiado por Justin Timberlake e apontado como “o novo David Bowie” pelo jornal The Guardian, o cearense foi chamado de “Príncipe brasileiro do electro” pela MTV dos EUA e ganhou duas vezes o prêmio Dynamite de Música Independente como Melhor Álbum Eletrônico, em 2012 e 2020. 

 

Além do trabalho em cima dos palcos, Daniel também apresenta semanalmente os programas "Porto Dragão Sessions", exibido no canal a cabo Music Box Brazil sobre a cena musical do Ceará; e o "Antena Híbrida", um programa de rádio e podcast transmitido pela Antena Zero sobre cultura LGBTI+.

 

MALAN AMARO

Nascido na cidade do Crato, Malan Amaro iniciou seu trabalho como maquiador em fortaleza no final da década de 90. Passou pelo teatro José de Alencar atuando também como ator, fotógrafo, DJ e drag queen. De volta a sua terra Natal há 15 anos, Malan desenvolve grandes trabalhos no meio artístico, em curtas metragem, ensaios fotográficos, desfiles e programas na tv local. Atualmente integra o conselho fiscal da Adacho, segunda entidade LGBTQI mais antiga no Ceará (existente desde 2004), dando apoio a classe em eventos, palestras e ministrando cursos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!