Pular para o conteúdo principal

Sete pessoas são presas pela Polícia Civil por aplicarem golpes de empréstimos

 

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), realizou a operação ” Portabilidade Falsa”, que resultou nas prisões de sete pessoas envolvidas na aplicação de golpes contra servidores públicos por meio de substituição de empréstimos consignados. A ação aconteceu nessa sexta-feira (11) e teve como alvo uma empresa que tinha sede no bairro Aldeota, na Área Integrada de Segurança 1 (AIS 1) de Fortaleza. Os detalhes da operação foram divulgados durante uma coletiva de imprensa que aconteceu na manhã dessa segunda-feira (14), na sede da Superintendência da PCCE.

As equipes da DDF investigavam ações suspeitas realizadas por uma empresa, quando foram informadas de mais uma tentativa de golpe aplicada por funcionários da casa comercial. Na ocasião, a vítima era surpreendida pelos suspeitos, que ofereciam vantagens para que as pessoas fizessem a portabilidade dos empréstimos consignados.

No caso denunciado, a vítima não fez acordo com a empresa, no entanto recebeu uma quantia em dinheiro em sua conta. Ao perceber a ação, entrou em contato com os atendentes e foi orientado a fazer um depósito de volta para o dono da firma, mas na verdade, esse era o golpe. O valor das prestações foi incluído na conta da vítima, que sofreu o prejuízo.

As equipes então se mobilizaram e foram até a sede da empresa, onde abordaram os funcionários que estavam atuando, fazendo ligações para as vítimas com o intuito de aplicar golpes. Diversos materiais foram apreendidos no local. Notebooks, documentos, cadernos com anotações, aparelhos celulares, crachás, entre outros. Calcula-se que o grupo já tenha movimentado cerca de 12 milhões de reais, no Ceará.

Ao todo, sete pessoas foram conduzidas à DDF e autuadas pelos crimes de estelionato, crime contra a ordem tributária, na Lei de crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Um dos suspeitos, identificado como Jailson Abranches da Silva (23), é natural do Rio de Janeiro (RJ), estado onde fica a matriz da empresa. Outras seis pessoas, identificadas como Lucas Vinícius da Silva (21), Antônia Kadna Lima Oliveira (22), Caique da Silva Santos (26), Francisco Janiel Alves de Castro (21), Leonardo Aguiar de Oliveira (19) e Maria Cristina Brandão de Moraes (42) também foram presas. A DDF segue investigando o caso no intuito de identificar e localizar outros envolvidos na ação criminosa. A Polícia Civil ressalta que qualquer pessoa que se sentir lesada por ação semelhante, deve procurar uma unidade policial para registrar o caso.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias também podem ser encaminhadas também para o telefone (85) 3101-2505, da DDF. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!