Pular para o conteúdo principal

Casal suspeito de furtar bens de PM morto em coletivo é identificado e preso

 Em continuidade aos trabalhos policiais em torno da morte do soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE), Thiago Araújo do Nascimento (26), uma ação conjunta que reuniu policiais civis e militares resultou na prisão de um casal suspeito de furtar os bens do profissional de segurança logo após o crime. Cerca de cinco horas depois, três pessoas já haviam sido capturadas e uma foi a óbito sob suspeita de participação direta e indiretamente na morte do PM, ainda na terça (13). Já as capturas pelo furto dos bens ocorreram nessa quarta-feira (14), no bairro Montese – Área Integrada de Segurança 5 (AIS 5) de Fortaleza.

Foram empregadas equipes da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e do Batalhão de Policiamento Especializado do Interior (Bepi) do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) e da Assessoria de Inteligência (Asint) da PMCE. De acordo com os levantamentos policiais feitos pelo Núcleo de Inteligência Policial (Nuip) do DHPP, Fernando Victor Saraiva Braga de Oliveira, 21 anos; e Darlila Maria de Holanda Bonfim, 21, são suspeitos de subtraírem uma bolsa contendo documentos, celular e um notebook da vítima, que foi a óbito após ser atingida por disparos de arma de fogo dentro de um coletivo, na cidade de Beberibe (AIS 18) do Ceará. A ação criminosa foi flagrada por câmeras do circuito interno do ônibus.

Após um trabalho de levantamento policial, as equipes identificaram o local onde o casal reside, em Fortaleza. Em depoimento, Fernando Victor alegou que arremessou a carteira com a identidade funcional da vítima pela janela do ônibus, bem como outros documentos. Na casa, a bolsa e o notebook da vítima foram recuperados. No entanto, um aparelho celular pertencente ao PM já havia sido vendido. Um valor de R$ 100,00 oriundo de parte do valor recebido com a negociação do aparelho foi apreendido.

O casal foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde os dois suspeitos foram autuados em flagrante por furto qualificado mediante concurso de pessoas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar.