Pular para o conteúdo principal

Pelo cumprimentodo Estatuto da criança e do Adolescente;LBV reforça seu trabalho para ampliar acesso a direitos básicos de meninas e meninos

 












O distanciamento social,tão necessário para impedir o contágio do novo coronavírus, tem gerado desafios maiores para aqueles que estão iniciando o seu caminhar na vida, sobretudo aos que moram nos territórios periféricos. A vulnerabilidade social a que estão submetidos milhares de meninas e meninos no Brasil os afasta de direitos básicos, como o de estudar, o de brincar e, até mesmo, de acesso à alimentação.

Portanto, assegurar os princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que completa, neste 13 de julho, 31 anos, têm sido uma das maiores preocupações dos profissionais da Legião da Boa Vontade (LBV) que estão na linha de frente do atendimento socioeducacional da Instituição. A Lei no 8.069, assinada em 1990, estabeleceu os direitos e deveres para essa faixa etária, legitimando-os como indivíduos que gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral.  Por isso, a LBV, alertar a sociedade para a urgência de um olhar ainda mais atento para nossas crianças neste período de confinamento social e inspirar a empatia de outros atores sociais, visando à resolução desse problema, de forma a oferecer a essas meninas e a esses meninos opções para que cresçam seguros e com esperança de um futuro melhor.

Atividades remotas preservam a socialização

O

 que falar de um menino de 11 anos que, ao ser entrevistado e se lembrar dos educadores e amigos do serviço de convivência da Legião da Boa Vontade, se emociona pela saudade? Assim ocorreu com Pedro Wesley Rodrigues de Araújo, que, apesar da pouca idade, já vivenciou o desafio de não ser entendido e aceito em grupos sociais pelos quais passou, inclusive na escola. Ele conta que, por conta das atividades não presenciais, mantém o vínculo fortalecido com os educadores da LBV à distância, mas que não vê a hora de ganhar de novo aqueles abraços que recebia na unidade da Instituição. E explica: “Sempre que eu chegava à LBV, era feita uma recepção muito calorosa. É isso que ajudou a formar a pessoa que sou hoje, uma pessoa amorosa, brincalhona e até que fofa também”.

A simpatia e a fala extrovertida de hoje em nada lembra a timidez de dois anos atrás, quando começou a frequentar a Instituição, tampouco o comportamento agitado na sala de aula da escola que frequentava, que trouxeram problemas para ele e a mãe, Francisca Rafaele Rodrigues dos Santos, 32 anos. Atenciosa, a genitora, apesar dos poucos recursos,não parou de procurar ajuda para seu menino, e foi nesta busca que chegou, em fevereiro de 2019, ao Centro Comunitário de Assistência Social da LBV em Fortaleza/CE, onde conseguiu inserir no serviço Criança: Futuro no Presente! dois de seus três filhos, o Pedro e o Lourran, de 8 anos.

Lá, como ressalta, encontrou o que tanto procurava. “Logo no início, o Pedro deu muito trabalho, e eu pensei: não vou aguentar, já basta o que passo no colégio. Foi quando a assistente social da LBV falou para mim: ‘Calma,mãezinha, não queremos que você tire seu filho daqui. Nãovamos perder o Pedro por nada, vamos ajudar a senhorae ele nesta caminhada’, e está sendo assim até hoje.”

Michelle Lisboa, psicóloga na localidade, salienta que logo que Pedro entrou na unidade a equipe identificou que a sua precocidade e uma fala de assuntos diversos que não fazem parte do universo da maioria dos meninos da sua idade o afastavam dos demais e que essa rejeição o fazia se envolver em conflitos no ambiente escolar. “Isso gerava consequências ruins, pois se sentia excluído e sem vontade de interagir com os outros.”

Então, foi visto que era muito importante trabalhar a socialização dele, pois essa era fundamental para o seu processo de aprendizagem, uma ferramenta para o seu aperfeiçoamento cognitivo. “A partir daí os educadores sinalizaram as atividades em que ele demonstrava maior interesse para que fosse oferecido o estímulo constante a sua participação nelas em conjunto com os colegas de grupo, valorizando seus pontos positivos e foram mostrando a ele o que podia ser melhorado para uma melhor convivência com os demais, respeitando sempre a sua singularidade. Isso o fez se sentir aceito, acolhido e respeitado neste espaço!”

No caso de Pedro, a timidez, gerada pela falta de convívio com pessoas de sua faixa etária, afetava muito seu desempenho escolar, algo que era primordial ser trabalhado para que ele melhorasse no colégio e também não levasse essa dificuldade para a vida pessoal e profissional na fase adulta.

Para amãe, as estratégias pedagógicas escolhidas foram bem-sucedidas: “Na LBV, ele aprendeu a socializar com as crianças e a interagir com elas. Eu agradeço muito aos educadores que fazem as oficinas, à psicóloga, à assistente social. É um trabalho em equipe, que conseguiu a melhora do meu filho. Eu vejo a diferença do antes para o agora”.

Durante esses quase 16 meses de crise sanitária, Francisca conta que a atenção e o cuidado da Instituição para com o filho não cessaram. “As atividades não presenciais estão sendo de grande ajuda, porque são as mesmas que eles faziam nas oficinas presenciais da LBV, e, com isso, [os meninos] estão mantendo o vínculo com os educadores e se mantêm ativos com as tarefas que realizam.”No período mais difícil de sua vida, Francisca Rafaele encontrou a mão amiga da LBV para ajudar o filho Pedro Wesley a vencer a timidez e melhorar o relacionamento na escola.

Além de acompanhar e realizar atividades socioeducativas à distância com as Crianças e Adolescentes atendidos, a Legião da Boa Vontade beneficia com cestas de alimentos e kits de higiene e limpeza todos os meses as 214 famílias que fazem parte dos programas e serviços da instituição em Fortaleza/CE, além de outras milhares de famílias atendidas por instituições parceiras que fazem parte da rede sociedade solidária da LBV em vários municípios do estado.

 

Colabore com o trabalho da LBV, acesse www.lbv.org.br ou acompanhe nas redes sociais @lbvbrasil. Em Fortaleza/CE o Centro Comunitário de Assistência Social da LBV está localizado na Rua Alziro Zarur, 275, Vila Manoel Sátiro. Telefone para contato (85) 3484-3533.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!