Pular para o conteúdo principal

SSPDS deflagra Operação Domus com foco na segurança de moradores do Residencial Alameda das Palmeiras

 

 # # # # # # # #

Unir as Forças de Segurança do Estado e órgãos municipais de segurança e fiscalização para a garantia da ordem pública e proteção de moradores do Residencial Alameda das Palmeiras, no bairro Ancuri, Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza. Essa foi a missão da primeira fase da Operação Domus, que foi deflagrada nessa quinta-feira (15), pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A ofensiva aconteceu das 8 às 14 horas e resultou em 14 prisões, sendo um delas um indivíduo com mandado de prisão em aberto por homicídio, além de fiscalização de construções irregulares em áreas comuns do residencial.

O trabalho integrado foi acompanhado pelo gestor da SSPDS, Sandro Caron, que destacou a importância de ações como essa para garantir a permanência dos moradores dos residenciais e manter o controle dos locais em detrimento de ações criminosas. “Destaco que essa operação será permanente, com finalidade de fortalecer a presença do Estado nesses conjuntos habitacionais. Com apoio da inteligência da Secretaria, as Forças de Segurança e agentes municipais ordenam o espaço público e garantem o bem-estar dos residentes”, garante o secretário. “Rompemos com a ideia de que as polícias só passam, não permanecem. O braço do Estado é mais forte”, completa.

A operação tem por finalidade detectar irregularidades relacionadas a ameaças recebidas por moradores, furto de energia, pessoas com mandado de prisão em aberto e outras situações encontradas durante a ofensiva, como construções irregulares em áreas comuns dos moradores. As ações também visam reforçar saturações preventivas e fiscalização de indivíduos monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Nas diligências, policiais militares do Comando Tático Motorizado (Cotam) cumpriram um mandado de prisão em aberto por homicídio contra Ardelino dos Santos Sousa (29). Ele foi conduzido à Delegacia Móvel, equipamento que a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) utiliza para garantir celeridade no atendimento cartorial. Além disso, foram realizadas outras 13 prisões por furto de energia, 26 visitas a indivíduos monitorados que cumprem medidas cautelares diversas da prisão, 232 inspeções realizadas por fiscais da Enel acompanhados por policiais militares e civis e demolição de construções irregulares.

O CBMCE, por meio do Comando de Engenharia de Prevenção de Incêndio (CEPI), realizou vistorias em 72 blocos e constatou irregularidades em centrais de gás dos prédios, ausência de extintores de incêndio, obstrução com grades nas saídas de emergência e falta de projetos de segurança contra incêndios e outras ocorrências.

Efetivo

Os trabalhos foram conduzidos pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS. Ao todo, foram empregados 210 homens e mulheres da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), promotores do Ministério Público Estado do Ceará (MPCE) e funcionários da Enel, concessionária de energia elétrica no Ceará.

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), a Coordenadoria de Inteligência (Coin), a Coordenadoria de Segurança Orgânica e Logística (Cosol) da SSPDS estiveram na ofensiva. Os trabalhos foram subsidiados a partir de dados elaborados pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da SSPDS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

    Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada. Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar na avenida 13 de maio em Fortaleza; um homem foi atingido a tiros

Tiroteio e pânico no Restaurante Paladar em frente ao MCDonald's da Avenida 13 de Maio em Fortaleza. Um homem foi atingido a tiros dentro do Paladar por homens que desceram de um veículo Corolla para executá-lo. Informação não oficial revela que a vítima é o dono do Restaurante. Depois do crime, os  homens  entraram  no carro e fugiram.  Em seguida, quem estava no MCDonald's correu para perto da vítima . A ambulância do SAMU já chegou e nada da polícia. O barulho dos tiros parecia de fogos de artifício. Muita violência para esse fim de noite de domingo.. Atualização.. O Paladar entrou em contato com a gente pelas redes sociais e informou que a vítima foi um cliente. O dono do Restaurante não foi atingido. 

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar.