Pular para o conteúdo principal

Aracati: Após ação do MPCE, Justiça determina homologação do resultado de concurso para cadastro de reserva de cargos de nível superior

 Após Ação Civil Pública do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a Justiça deferiu pedido de liminar, na última sexta-feira (24/07), determinando que o Município de Aracati, no prazo de cinco dias, homologue o resultado do concurso público para provimento de vagas de cadastro reserva para os cargos de Nível Superior. Há 58 aprovados nessa situação. Em caso de desobediência à Decisão Judicial, está fixada multa diária no valor de R$ 1.000,00. A tutela de urgência foi requerida através da promotora de Justiça Mônica Kaline Barbosa de Oliveira Nobre, titular da 4ª Promotoria de Justiça de Aracati.  

A homologação deve ser feita por meio da autoridade competente do Município e se refere ao provimento de cargos de nível superior aprovados fora do número de vagas do concurso. O termo inicial de validade do concurso para esses aprovados será a data da publicação do ato de homologação. A decisão foi proferida pela juíza de Direito Kathleen Nicola Kilian, da 2ª Vara Cível da Comarca de Aracati.   

Em relação aos cargos de nível fundamental, técnico e médio, tanto os aprovados dentro das vagas quanto aqueles que ficaram fora da quantidade de vagas (cadastro reserva), o concurso foi homologado em 7 de agosto de 2019. No caso dos aprovados dentro das vagas para nível superior, o ato de homologação foi publicado em 20 de julho de 2021.  

No entendimento exposto na Decisão Judicial, não há razão para tratamento diferenciado entre os aprovados nos cargos de nível superior e os demais cargos de nível médio, fundamental e técnico, tendo em vista que todos os cargos foram regidos pelo mesmo edital.  

Ademais, a administração municipal não justificou o tratamento diferenciado e o Edital nº 12.01/2018 expressa que “o candidato classificado, além do limite das vagas oferecidas neste Edital, poderá ser admitido, caso venha a ocorrer vaga no cargo correspondente e por interesse da Prefeitura Municipal de Aracati, respeitando-se a ordem da classificação final, dentro do período de validade do concurso”.  

Ante a demora na homologação para os cargos de Nível Superior, o MPCE expediu Recomendação para que o prefeito homologasse o resultado do concurso para os graduados. Contudo, a Recomendação foi atendida parcialmente, pois a homologação só foi feita para os aprovados dentro das vagas, excluindo, assim, o cadastro de reserva, previsto no edital. Nesse sentido, o MP ajuizou ACP para proteção dos interesses difusos e coletivos, inclusive, autorizando a condenação em obrigação de fazer e não fazer. 

O Edital regula o concurso público para provimento de 90 vagas, sendo 15 para cargos de Nível Fundamental, 37 para Nível Médio, 16 Nível Técnico e 22 Nível Superior, além de formação de cadastro reserva para atender às demandas que venham a surgir nos quadros da Prefeitura durante o prazo de validade do concurso público. Um total de 58 pessoas foram aprovadas além da quantidade de vagas em nível superior e estão no cadastro reserva. Em nível superior, o edital elenca vagas para os cargos de Analista de Fundos de Investimento, Analista de Planejamento, Orçamento e Finanças Públicas, Analista de Políticas Públicas, Analista de Sistemas, Arquivista, Auditor de Controle Interno, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Eletricista, Jornalista, Médico Perito e Nutricionista.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que