Pular para o conteúdo principal

Começa em Paris julgamento de acusados de ataques terroristas de 2015

 Quatorze réus começam a ser julgados hoje (8) no tribunal de Paris, na Ile de la Cite, pelos ataques terroristas de 2015, que causaram a morte de 130 pessoas e deixaram mais de 400 feridas. Julgamentos devem durar até 25 de maio de 2022.

As audiências contarão com quase 1.800 testemunhas civis, mais de 300 advogados e centenas de jornalistas. O início do julgamento levou hoje à porta do Palácio de Justiça, na capital francesa, um grande dispositivo de segurança que chamou a atenção de turistas e parisienses.

"Sabíamos que começava hoje o processo porque vimos nas notícias. Estamos em visita a Paris e viemos ver o aparato à volta deste julgamento. Os atentados foram um momento muito assustador. E depois aconteceram os ataques em Bruxelas e tudo estava ligado", afirmou Chris, da Bélgica, que passa uma semana de férias com a família em Paris. 

Como a família belga, dezenas de pessoas reuniram-se hoje na praça em frente ao Palácio de Justiça de Paris, para ver o aparato montado no início do maior julgamento de todos os tempos na história francesa. 

A segurança no histórico edifício, que inclui a Saint-Chapelle, uma das maiores atrações da capital, foi reforçada com dezenas de veículos da polícia e ruas fechadas, mas a entrada no tribunal era feita de forma ordeira. 

Sylvia fazia o seu passeio matinal de bicicleta quando se deparou com a rua fechada. Instalado no coração de Paris, o Palácio de Justiça localiza-se num ponto nevrálgico da cidade, junto à Catedral de Notre-Dame, ligando a margem direita à margem esquerda do Sena.

"É algo muito presente na nossa vida, especialmente porque já aconteceram tantos outros ataques depois desse, que é algo com que convivemos todos os dias. E, infelizmente, não acho que tenha chegado ao fim", lamentou Sylvia.

A advogada, que deixou os tribunais para se dedicar à academia, considera que este processo "faz sentido", assim como a infraestrutura criada para o julgamento, que vai durar até maio.

"Sou advogada, portanto é claro que acho que este julgamento faz sentido. As autoridades deram uma dimensão enorme a este julgamento e eventualmente isso dá peso e relevância a tudo que se passou", afirmou.

"Não sei se há justiça, já que as pessoas morreram e não têm a sua vida de volta. O que é a justiça nesse caso? Foi tudo tão traumático. A única solução é prisão perpétua para quem fez isso", declarou Charlotte, que passava no local a caminho do trabalho.

Esta é uma das opções para Salah Abdeslam, o único terrorista que participou ativamente do atentado e sobreviveu, e que vai estar presente na sala de audiência durante todo o julgamento. Ao seu lado mais 13 condenados, havendo ainda seis pessoas que serão julgadas apesar de serem parte incerta.

Os primeiros dias da audiência vão servir para enumerar as vítimas, perto de 1.800. Os primeiros testemunhos vão ser ouvidos a partir de dia 13 de setembro e as vítimas começam a ser ouvidas no dia 28. Durante cinco semanas, as pessoas atingidas diretamente pelos atentados vão contar o terror vivido no Stade de France, no Bataclan e nos cafés do 11º bairro.

* Com informações da RTP - Rádio e Televisão de Portugal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!